Android Geek
O maior site de Android em Português

Hacker roubou mais de 100 milhões de dólares à Google e Facebook

Para quem é mais descuidado, a world wide web pode ser um local muito agitado, é que o malware, ransomware e phishing fazem parte da nossa experiência diária na Internet. É uma batalha constante para manter todas essas pragas afastadas dos nossos dispositivos, e um passo em falso pode ser fatal... lá se vai algum do nosso dinheiro ou os nossos dados pessoais. E o mesmo se passa com as grandes empresas, é que parece que um hacker enganou o Facebook e a Google em mais de 100 milhões de dólares.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) acusou, no mês passado, um homem lituano de "orquestrar um esquema fraudulento de compromisso de e-mail comercial que induziu duas empresas de internet norte-americanas", informa CNET .

Hacker roubou mais de 100 milhões de dólares à Google e Facebook 1

Na época, o DOJ não revelou que empresas eram essas, mas a Fortune descobriu que elas não são outros senão a Google e o Facebook. Estava a pensar que só os utilizadores comuns era afetados por ataques maliciosos? Os emails fraudulentos dos hackers foram convincentes o suficiente para conseguir enganar os gigantes, e melhor ainda é que conseguiram fugir desta artimanha. Pelo menos inicialmente.

Hacker roubou mais de 100 milhões de dólares à Google e Facebook 2Evaldas Rimasauskas, um homem de 40 anos, criou o esquema em 2013. Ele forjou os endereços de e-mail, facturas e selos corporativos para se fazer passar por um grande fabricante asiático que fazia negócios com essas empresas regularmente.

Ao longo de dois anos, Rimasauskas convenceu os departamentos de contabilidade do Facebook e da Google a fazer transferências de mais de US$ 100 milhões, que foram então escondidos em bancos na Europa Oriental, que o homem entretanto diz que não o fez.

Parece que este tipo de burla é bastante comum, mas a operação que tem como alvo a Google e o Facebook destacou-se pela sua escala, uma pessoa familiarizada com a investigação iniciada pelo escritório do procurador dos EUA em Manhattan. Aparentemente, o Facebook estudou a lei da melhor forma, de modo a conseguir obter o seu dinheiro de volta.

"O Facebook recuperou a maior parte dos fundos logo após o incidente e tem colaborado com as autoridades com a sua investigação", confirmou o Facebook à Fortune .

O Google também confirmou a fraude. "Detectamos esta fraude contra a nossa equipa de gestão de fornecedores e alertamos prontamente as autoridades. Recuperamos os fundos e estamos satisfeitos por este assunto ter sido resolvido ", disse um porta-voz do Google.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais