Hacker roubou mais de 100 milhões de dólares à Google e Facebook

Para quem é mais descuidado, a world wide web pode ser um local muito agitado, é que o malware, ransomware e phishing fazem parte da nossa experiência diária na Internet. É uma batalha constante para manter todas essas pragas afastadas dos nossos dispositivos, e um passo em falso pode ser fatal... lá se vai algum do nosso dinheiro ou os nossos dados pessoais. E o mesmo se passa com as grandes empresas, é que parece que um hacker enganou o Facebook e a Google em mais de 100 milhões de dólares.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) acusou, no mês passado, um homem lituano de "orquestrar um esquema fraudulento de compromisso de e-mail comercial que induziu duas empresas de internet norte-americanas", informa CNET .

Na época, o DOJ não revelou que empresas eram essas, mas a Fortune descobriu que elas não são outros senão a Google e o Facebook. Estava a pensar que só os utilizadores comuns era afetados por ataques maliciosos? Os emails fraudulentos dos hackers foram convincentes o suficiente para conseguir enganar os gigantes, e melhor ainda é que conseguiram fugir desta artimanha. Pelo menos inicialmente.

Evaldas Rimasauskas, um homem de 40 anos, criou o esquema em 2013. Ele forjou os endereços de e-mail, facturas e selos corporativos para se fazer passar por um grande fabricante asiático que fazia negócios com essas empresas regularmente.

Relacionado:  Fãs da Xiaomi pedem à empresa que resolva os problemas da MIUI

Ao longo de dois anos, Rimasauskas convenceu os departamentos de contabilidade do Facebook e da Google a fazer transferências de mais de US$ 100 milhões, que foram então escondidos em bancos na Europa Oriental, que o homem entretanto diz que não o fez.

Parece que este tipo de burla é bastante comum, mas a operação que tem como alvo a Google e o Facebook destacou-se pela sua escala, uma pessoa familiarizada com a investigação iniciada pelo escritório do procurador dos EUA em Manhattan. Aparentemente, o Facebook estudou a lei da melhor forma, de modo a conseguir obter o seu dinheiro de volta.

"O Facebook recuperou a maior parte dos fundos logo após o incidente e tem colaborado com as autoridades com a sua investigação", confirmou o Facebook à Fortune .

O Google também confirmou a fraude. "Detectamos esta fraude contra a nossa equipa de gestão de fornecedores e alertamos prontamente as autoridades. Recuperamos os fundos e estamos satisfeitos por este assunto ter sido resolvido ", disse um porta-voz do Google.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!