Guerra de Copyright: popular ferramenta de download 'Youtube-dl' offline

A popular ferramenta Youtube-dl foi colocada off-line após um pedido da associação musical RIAA. A Recording Industry Association of America (RIAA) é uma empresa norte-americana que representa os direitos de várias empresas da indústria musical.

Como não é possível por motivos legais, fazer download de Vídeos do YouTube muitos utilizadores usam aplicações de terceiros para fazer o Download diretamente do site. A popular ferramenta Youtube-dl foi colocada off-line após um pedido da associação musical RIAA.

A Recording Industry Association of America (RIAA) é uma empresa norte-americana que representa os direitos de várias empresas da indústria musical. A organização Open-Source-Projekt que criou o Youtube-dl foi intimada para o remover do GitHub. O Pedido DMCA é justificado por a RIAA acusar os programadores de criar o software apenas para fazer download de obras protegidas por direitos autorais. Além do projeto principal, alguns outros projectos receberam, também, um pedido de remoção. Os respectivos repositórios já não existem.

O código do Youtube-dl é usado em muitos programas que podem fazer download de vídeos do YouTube e convertê-los em vários formatos de arquivo. A RIAA acredita que o software permite a violação de direitos autorais e que a ferramenta é, portanto, ilegal.

Embora seja possível usar o Youtube-dl para fazer download de ficheiros com direitos autorais, a aplicação também pode ser usada para fazer download legalmente de obras com licenças diferentes. Ainda não está claro se haverá uma disputa judicial neste caso.

Relacionado:  Como ocultar o seu endereço IP: Compreenda os prós e os contras

Ferramenta ainda disponível em outras plataformas

Embora o Youtube-dl tenha sido removido da página oficial do GitHub, o código pode ainda ser encontrado em muitas outras plataformas. Por exemplo, o projeto pode ser visto nos gestores de pacotes da maioria das distribuições Linux. No entanto, é possível que em breve a RIAA também consiga que o programa seja removido dessas fontes. Como o YouTube não usa proteção direta contra cópias, provavelmente haverá alternativas no futuro a que os utilizadores poderão recorrer.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!