Google Safe Browsing agora protege 3 biliões de dispositivos de links, sites e outros perigos

Ao longo do ano passado, a Google expandiu a quantidade de dispositivos em que as proteções da Navegação segura podem funcionar. Como resultado, a empresa anunciou ontem que o seu serviço de apresentação de avisos agora funciona em mais de três biliões (3 mil milhões) de dispositivos em todo o mundo.

Exemplos de dispositivos que já usam o Google Safe Browsing:

A navegação segura funciona, lançando uma página de aviso a vermelho brilhante que os utilizadores não devem ignorar antes de aceder a sites que são reconhecidos pela Google como tendo malware ou estão comprometidos de outra forma. Essas proteções surgiram pela primeira vez em 2007, mas expandiram-se significativamente em termos das ameaças que ela conta, bem como dos dispositivos em que funciona.

Google Safe Browsing agora protege 3 biliões de dispositivos de links, sites e outros perigos image

Agora, a Google anunciou que a Navegação segura funciona em três biliões de dispositivos em todo o mundo. Desde a última atualização da empresa, em maio de 2016, a cobertura saltou dos dois biliões.

No ano passado, a Navegação segura foi expandida para o Gmail na web, além de aplicações Android de terceiros. Os desenvolvedores, especialmente a Snapchat, podem integrar proteções que verificam a apresentação de URLs para os utilizadores finais.

Enquanto isso, a Navegação segura protege contra mais ameaças, incluindo malware e softwares indesejados nas macros, e rotulagem mais agressiva dos sites.

A Google afirmou no seu blog que a Navegação segura é “integral” para o Play Protect, lançado recentemente, no Android.

Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Comentários estão fechados.