Android Geek
O maior site de Android em Português

Google quer roubar talentos á Qualcomm e Intel para enfrentar a Apple

A questão era se o Google tentaria ser mais parecido com a Microsoft, onde os seus próprios designs serviam de referência para outros fabricantes, ou se queria ser como a Apple e projetar tudo de raiz para garantir o melhor desempenho nos seus próprios dispositivos. As últimas notícias podem ter a resposta.

O Google tem trabalhado lentamente no sentido de construir a sua divisão de hardware, com o objetivo final, aparentemente, de criar mais dos seus próprios dispositivos e componentes.

A questão era se o Google tentaria ser mais parecido com a Microsoft, onde os seus próprios designs serviam de referência para outros fabricantes, ou se queria ser como a Apple e projetar tudo de raiz para garantir o melhor desempenho nos seus próprios dispositivos. As últimas notícias podem ter a resposta.

Google quer roubar talentos á Qualcomm e Intel para enfrentar a Apple 1

O Google já contratou mais de doze novos engenheiros de microchip de grandes concorrentes como Qualcomm, Intel, Broadcom e Nvidia. O plano é criar um novo site em Bengaluru, na Índia, onde o Google criará os seus próprios processadores. Atualmente, a equipa está á volta de 20 pessoas - 16 engenheiros e 4 recrutadores -, mas há rumores de que o Google pode expandir a equipa para cerca de 80 pessoas até ao final do ano.

Assim como a Apple, o Google projetaria os Chipsets que querem para vários dispositivos - smartphones Pixel, Chromebooks, dispositivos Google Home, talvez até mesmo um tablet ou wearable - e  depois enviar o design a um fabricante para criar os componentes. O Google já trabalhou de perto com fabricantes de Chipsets como a Qualcomm para ter certos componentes nos seus Pixel SoCs, como coprocessadores especializados para imagens, mas isso seria uma oportunidade para o Google projetar totalmente o Chipset de forma a aproveitar melhor como ele otimiza o Android. Ou criar Chipsets altamente especializados para processamento de linguagem natural para dispositivos do Google Home.

Parece que o Google está a planear aumentar a equipa rapidamente, mas é desconhecido quando poderemos ver os primeiros Chipsets realmente construídos e colocados no hardware.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais