Android Geek
O maior site de Android em Português

Estará a Google silenciosamente a preparar o desaparecimento do Android?

A Google está silenciosamente a trabalhar num futuro onde não haverá Android, pelo menos tal como o conhecemos. Certamente que já deverá ter ouvido falar do projeto não-tão secreto do Fúcsia, que pretende disponibilizar as mesmas experiências de utilização para dispositivos com tamanhos de ecrã distintos, sejam eles smartphones, tablets ou computadores. A Google parece ainda não estar preparada para o lançar, e não há informações sobre quando ele estará disponível ou quando realmente fará a sua aparição para o consumidor final. Mas uma vez que o fúcsia se torne numa realidade, pode resolver aquele que é o maior problema do sistema operativo Android, a fragmentação.

Na MWC 2018, o Google revelou um produto que nos faz lembrar o Fuchsia e parece confirmar que a Google está realmente a trabalhar numa nova experiência de computação, para o futuro.
O Flutter está disponível no flutter.io em versão beta, o produto permitirá que os desenvolvedores criem aplicações que funcionam em dispositivos iOS e Android mais rapidamente do que até aqui. Além da fragmentação do Android, o Fuchsia pode resolver outra factor irritante no Android; Algumas aplicações e jogos ainda chegam primeiro ao iOS que ao sistema da Google. Mas com o Flutter, os desenvolvedores terão uma ferramenta que lhes permite programar rapidamente aplicações que funcionam em sistemas operativos e se adaptem a vários dispositivos, seja um iPhone X a executar o iOS 11 ou um Google Pixel a correr o Android P.

A Google diz que usando o Flutter, os desenvolvedores não comprometem a qualidade ou o desempenho, e eles poderão implantar aplicações mais rapidamente do que antes. O seguinte vídeo mostra como funcionará o Flutter:

Então, como é que o Flutter está relacionado com o Fuchsia? Bem, o Flutter apareceu em alguns leaks detalhados sobre o Fuchsia, porque a interface de utilizador do Fuchsia é construída usando o Flutter SDK. E porque o Flutter deve funcionar no Android e no iOS, isso significa que o iPhone e aplicações Android feitos com o Flutter serão instantaneamente compatíveis com o Fuchsia.

É por isso que provavelmente é fundamental para a Google implantar o Flutter tão rápido quanto possível, e ter mais desenvolvedores a acostumar-se a integrar o Flutter nos seus fluxos de trabalho de desenvolvimento de aplicações. Desta forma, quando o Fúcsia estiver pronto para o lançamento, a transição do Android e do Chrome OS para o novo sistema é muito simples de fazer, garantido que o futuro da Google deve ser perfeito tanto para os utilizadores finais como para desenvolvedores.

Estará a Google silenciosamente a preparar o desaparecimento do Android? 1

Mas alguém já está a usar o Flutter? A Google dá-nos vários exemplos, incluindo a aplicação Hamilton: The Musical e Hookle. Os programadores experientes e os novos desenvolvedores que desejam experimentar o Flutter podem ler mais sobre isso neste link. Se já é um utilizador alfa Flutter, encontrará instruções para atualizar para a nova versão nesse mesmo link.

Gostaram? Podia ter sido melhor?
Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
Através de bgr

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Gostaram? Podia ter sido melhor?
Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link