Android Geek
O maior site de Android em Português

Estará a Google silenciosamente a preparar o desaparecimento do Android?

A Google está silenciosamente a trabalhar num futuro onde não haverá Android, pelo menos tal como o conhecemos. Certamente que já deverá ter ouvido falar do projeto não-tão secreto do Fúcsia, que pretende disponibilizar as mesmas experiências de utilização para dispositivos com tamanhos de ecrã distintos, sejam eles smartphones, tablets ou computadores. A Google parece ainda não estar preparada para o lançar, e não há informações sobre quando ele estará disponível ou quando realmente fará a sua aparição para o consumidor final. Mas uma vez que o fúcsia se torne numa realidade, pode resolver aquele que é o maior problema do sistema operativo Android, a fragmentação.

Na MWC 2018, o Google revelou um produto que nos faz lembrar o Fuchsia e parece confirmar que a Google está realmente a trabalhar numa nova experiência de computação, para o futuro.
O Flutter está disponível no flutter.io em versão beta, o produto permitirá que os desenvolvedores criem aplicações que funcionam em dispositivos iOS e Android mais rapidamente do que até aqui. Além da fragmentação do Android, o Fuchsia pode resolver outra factor irritante no Android; Algumas aplicações e jogos ainda chegam primeiro ao iOS que ao sistema da Google. Mas com o Flutter, os desenvolvedores terão uma ferramenta que lhes permite programar rapidamente aplicações que funcionam em sistemas operativos e se adaptem a vários dispositivos, seja um iPhone X a executar o iOS 11 ou um Google Pixel a correr o Android P.

A Google diz que usando o Flutter, os desenvolvedores não comprometem a qualidade ou o desempenho, e eles poderão implantar aplicações mais rapidamente do que antes. O seguinte vídeo mostra como funcionará o Flutter:

Então, como é que o Flutter está relacionado com o Fuchsia? Bem, o Flutter apareceu em alguns leaks detalhados sobre o Fuchsia, porque a interface de utilizador do Fuchsia é construída usando o Flutter SDK. E porque o Flutter deve funcionar no Android e no iOS, isso significa que o iPhone e aplicações Android feitos com o Flutter serão instantaneamente compatíveis com o Fuchsia.

É por isso que provavelmente é fundamental para a Google implantar o Flutter tão rápido quanto possível, e ter mais desenvolvedores a acostumar-se a integrar o Flutter nos seus fluxos de trabalho de desenvolvimento de aplicações. Desta forma, quando o Fúcsia estiver pronto para o lançamento, a transição do Android e do Chrome OS para o novo sistema é muito simples de fazer, garantido que o futuro da Google deve ser perfeito tanto para os utilizadores finais como para desenvolvedores.

Estará a Google silenciosamente a preparar o desaparecimento do Android? 1

Mas alguém já está a usar o Flutter? A Google dá-nos vários exemplos, incluindo a aplicação Hamilton: The Musical e Hookle. Os programadores experientes e os novos desenvolvedores que desejam experimentar o Flutter podem ler mais sobre isso neste link. Se já é um utilizador alfa Flutter, encontrará instruções para atualizar para a nova versão nesse mesmo link.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉
Através de bgr

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link