Android Geek
O maior site de Android em Português

Galaxy S10 pode ter scanner no ecrã para todas as variantes

Informações sobre o Galaxy S10 continuam a chegar, já que a atenção agora mudou para o próximo smartphone flagship da empresa, que deve ser lançado em 2019. A Samsung acredita-se que esteja para lançar três modelos do Galaxy S10.

Informações sobre o Galaxy S10 continuam a chegar, já que a atenção agora mudou para o próximo smartphone flagship da empresa, que deve ser lançado em 2019. A Samsung acredita-se que esteja para lançar três modelos do Galaxy S10. Espera-se também que o muito aguardado sensor de impressões digitais no ecrã seja lançado com o Galaxy S10.

Relatórios anteriores haviam sugerido que, excepto o modelo Galaxy S10 mais barato, as duas variantes restantes apresentariam um sensor de impressão digital no ecrã. Agora um novo relatório da vindo da Coreia do Sul afirma que ele realmente estará presente em todas as três variantes do Galaxy S10.

Além do modelo básico, a Samsung deve lançar os sucessores do Galaxy S9 e Galaxy S9 + no próximo ano, com um Display Infinito curvo de 6,2 polegadas e 6,44 polegadas respectivamente. O sensor de impressão digital baseado no ecrã era esperado anteriormente apenas nos sucessores.

Um relatório no mês passado afirmou que o sensor de impressões digitais da variante mais barata seria colocado no quadro do dispositivo em si. Normalmente, espera-se que a Samsung o posicione na parte de trás, mas esse não foi o caso.

O relatório de hoje conta uma história completamente diferente. Ele alega que todas as três variantes do Galaxy S10 contarão com um sensor de impressão digital no ecrã. A única diferença seria a tecnologia usada para essa implementação.

Os dois modelos high-end terão um sensor de impressão digital baseado em display ultra-sónico, enquanto o modelo de nível básico terá um sensor de impressão digital óptico. O sensor ultra-sónico pode ser fornecido pela Qualcomm.

Galaxy S10 pode ter scanner no ecrã para todas as variantes 1

Ele funciona transmitindo um pulso ultra-sónico contra o dedo para mapear os poros e linhas que são únicas para cada impressão digital. Sensores ultra-sónicos são mais precisos do que as suas equivalentes ópticos, uma vez que a reprodução 3D melhorada da impressão digital é possível a usar os dados de profundidade adicionais.

Um sensor de impressão digital funciona como uma câmara digital, pois captura uma imagem bidimensional da impressão digital. A precisão tende a diminuir se o dedo que está a ser digitalizado estiver muito húmido, seco ou sujo. Luzes externas podem prejudicar o seu desempenho também.

Não é que os scanners de impressão no ecrã sejam completamente inúteis. Vários fabricantes chineses de smartphones já lançaram vários dispositivos com essa tecnologia. É considerada três vezes mais barata que os sensores ultra-sónicos, o que explicaria porque a Samsung pode ter decidido usá-la, para o modelo mais barato do Galaxy S10. A Samsung ainda não confirmou se lançará três modelos do Galaxy S10, e muito menos revelará que todos os três terão um sensor de impressão digital no ecrã.

 

Via

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link