Facebook vai pagar US $ 550 milhões por uso indevido de reconhecimento facial

Foi nesse ano que a empresa começou a testar o software de reconhecimento facial, mas sem o consentimento de ninguém. Logo de seguida, foi iniciado um processo contra o Facebook e a disputa legal começou oficialmente em 2015.

Foi nesse ano que a empresa começou a testar o software de reconhecimento facial, mas sem o consentimento de ninguém. Logo de seguida, foi iniciado um processo contra o Facebook e a disputa legal começou oficialmente em 2015.

Lembram-se quando o Facebook começou a marcar os utilizadores em fotos em 2011? Foi nesse ano que a empresa começou a testar o software de reconhecimento facial, mas sem o consentimento de ninguém. Logo de seguida, foi iniciado um processo contra o Facebook e a disputa legal começou oficialmente em 2015.

Desde então, o caso foi transformado numa ação coletiva e o Facebook estava bastante confiante de que não fez nada de errado e estava pronto para se defender. No entanto, parece que as coisas mudaram e está agora pronto para pagar uma multa de US $ 550 milhões aos utilizadores de Illinois que apresentaram o caso inicialmente. Segundo o porta-voz do Facebook, a empresa quer deixa a questão para trás rapidamente, pois é o melhor interesse da empresa e dos acionistas.

Desde 2011, o Facebook começou a pedir permissão às pessoas para fazer uso do software de reconhecimento facial. Pelo menos neste caso , parece que o bom senso ganhou.

Fonte

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Relacionado:  Samsung planeia lançar sensor de câmara de 576 megapixels
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!