Android Geek
O maior site de Android em Português

Facebook fez acordos com a Apple, Samsung e outros para acesso a dados pessoais

O New York Times diz que descobriu que os fabricantes conseguiram aceder não só aos dados dos utilizadores de equipamentos da sua marca, como também aos dados dos amigos dos membros, mesmo que tivessem proibido especificamente o Facebook de usar os seus dados.

Por meio de parcerias que o Facebook tem com pelo menos 60 fabricantes de dispositivos, incluindo Apple , Samsung , Amazon, BlackBerry e Microsoft, a rede social partilha informações pessoais dos membros com os fabricantes. De acordo com uma reportagem do New York Times revelada no domingo, isto já acontece há mais de dez anos. O jornal diz que a partilha de informações serve para que os fabricantes de dispositivos possam permitir que muitos dos recursos mais populares do Facebook sejam encontrados em versões móveis da rede social.
Facebook fez acordos com a Apple, Samsung e outros para acesso a dados pessoais 1
(Photo by Sean Gallup/Getty Images)
Em 2011, o Facebook assinou um decreto de consentimento com a FTC que impedia a empresa de partilhar os dados pessoais dos membros sem o seu consentimento.
O New York Times diz que descobriu que os fabricantes conseguiram aceder não só aos dados dos utilizadores de equipamentos da sua marca, como também aos dados dos amigos dos membros, mesmo que tivessem proibido especificamente o Facebook de usar os seus dados.

Ime Archibong, vice-presidente do Facebook, diz que as parcerias com fabricantes de dispositivos existem apenas para ajudar a fornecer aos utilizadores dos seus produtos “versões da experiência do Facebook”. Os fabricantes que fizeram parceria com o Facebook têm acesso ao status de relacionamento, religião, inclinação política, eventos futuros e outros dados dos membros.

Como um exemplo de como os fabricantes de dispositivos na parceria com o Facebook têm privilégios especiais envolvendo dados dos membros, um repórter do New York Times entrou no Facebook a usar a aplicação Hub. Ele foi capaz de ver informações sobre 556 dos seus amigos. Esses dados incluíam inclinações políticas, a religião que praticam, status de relacionamento e quaisquer eventos futuros. O Facebook diz que está tudo bem porque, apesar de ter deixado de fornecer essas informações a terceiros em 2015, não considera que a BlackBerry seja um terceiro por causa da parceria que ele e outros fabricantes de dispositivos têm com o Facebook.

Fonte: NYTimes

 

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link