Android Geek
O maior site de Android em Português

Elon Musk forçado a renunciar como presidente da Tesla, pagará uma multa de 20 milhões de dólares

Não passaram sequer 72 horas desde que Comissão de Valores Mobiliários dos EUA acusou Elon Musk de fraude e já todas as partes envolvidas chegaram a um acordo. Elon Musk é forçado a renunciar como presidente da Tesla, embora possa permanecer como CEO da empresa.

Não passaram sequer 72 horas desde que Comissão de Valores Mobiliários dos EUA acusou Elon Musk de fraude e já todas as partes envolvidas chegaram a um acordo. Elon Musk é forçado a renunciar como presidente da Tesla, embora possa permanecer como CEO da empresa. em paralelo, tanto ele quanto a própria Tesla desembolsarão 20 milhões de dólares como multa.

Num comunicado a Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos (SEC) alcançou um acordo com o CEO da Tesla para resolver a acusação de fraude em que ele envolvido. A 7 de agosto passado Elon Musk através da sua conta no Twitter veiculou a possibilidade de tornar a Tesla uma empresa privada novamente. Nunca se materializou essa ideia, mas teve efeitos colaterais no mercado de acções. Efeitos para os quais a SEC pediu responsabilidades.

O surpreendente é a rapidez com que ambas as partes chegaram a um acordo: menos de três dias. Segundo relatos, antes da acusação formal de 27 de setembro houve um acordo provisório que falhou. Esse acordo implicava uma suspensão como presidente da Tesla por dois anos e uma multa de dez milhões de dólares. Elon Musk recusou, no entanto horas depois a acusação formal chegou. E agora, o acordo final mais severo para a Tesla e o seu CEO chega como resultado.

As condições que Elon Musk deve enfrentar

Elon Musk terá que renunciar como presidente da Tesla nos próximos 45 dias, não poderá voltar a esta posição pelo menos durante os próximos três anos. Claro, ele ainda pode ser o CEO da empresa, mas a Tesla tem que escolher dois novos diretores independentes para o conselho.

Um advogado supervisionará todas as comunicações públicas de Elon Musk,  incluindo os seus tweets.

Quanto ao dinheiro, Elon Musk e Tesla (por não agirem corretamente após as declarações do seu CEO) terão que pagar 20 milhões de dólares cada. A soma de 40 milhões de dólares será distribuída entre os investidores que podem ter sido prejudicados pelos movimentos de Elon Musk quando anunciou que estava a pensar em comprar a Tesla.

Mas além de tudo isso, há algumas condições mais curiosas. Por exemplo, a Tesla deverá contratar um advogado que supervisione as comunicações públicas de Elon Musk e sim, isso inclui a sua conta do Twitter. O bilionário também teve que aceitar como condição não admitir ou negar se era culpado de fraude de valores mobiliários. Ou seja, não pode tornar público se realmente cometeu uma fraude ou não.

Nos próximos dias, mudanças certamente serão feitas ao conselho de administração da Tesla, do qual Elon Musk será despromovido e dois novos diretores independentes chegarão para assumir as suas funções. A médio prazo, provavelmente veremos um Elon Musk mais cauteloso, especialmente na sua conta no Twitter. Já que um tweet simples custou milhões de dólares e uma "punição" de três anos.

Mais informações | SEC

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais