Covid 19 está a afetar os novos Macbook Pro

Alguns especularam que o encerramento da COVID está a causar escassez de peças, enquanto outros acreditam que os motins de fábrica na China podem ser os culpados. Seja qual for a razão, a Apple ainda tem de oferecer uma explicação.

De acordo com alguns relatórios, os atrasos na encomenda MacBook Pro podem ser devidos ao bloqueio da COVID e a motins de fábrica.

Os fãs da Apple ficaram chocados na semana passada quando a empresa anunciou que as novas encomendas para o MacBook Pro seriam adiadas por até seis semanas. Alguns especularam que o encerramento da COVID está a causar escassez de peças, enquanto outros acreditam que os motins de fábrica na China podem ser os culpados. Seja qual for a razão, a Apple ainda tem de oferecer uma explicação. Então, o que se passa nos bastidores da Apple? Continua a ler para saberes.

Covid 19 está a afetar os novos Macbook Pro 1

Novas encomendas MacBook Pro podem demorar até dois meses a chegar, com alguns utilizadores a terem de esperar até meados de Julho para receberem os seus novos computadores portáteis, devido a uma mistura desagradável de um confinamento devido a COVID e a protestos de empregados nas fábricas que os constroem.

Relatórios da United News Network e da DigiTimes afirmam que as ordens de confinamento na China causadas pelo coronavírus têm causado atrasos de produção na Quanta Computer. Pensa-se que a Qanta é a construtora exclusiva dos MacBook Pros, e opera oito fábricas com um total de 40.000 empregados em Shangai.

Como os confinamentos devido ao coronavírus da China são muito mais rigorosos do que os dos EUA ou doa Europa, os fabricantes viram perturbações desde o final de Março, com a Qanta a sofrer um encerramento de uma semana inteira em meados de Abril.

A Qanta diz que voltou a ter uma capacidade de 5% após este encerramento, e o vice-presidente da empresa CC Leung afirma que está agora a trabalhar a 30% da sua produção total, com a intenção de escalar até 50%. No entanto, o confinamento ainda está em vigor, e está a ter impacto também nos fornecedores de componentes, particularmente no que diz respeito às peças plásticas. Isto terá um efeito de atraso nas operações de montagem da Qanta e outras fabricantes, embora a Apple esteja a tentar contornar esta questão, deslocando algumas peças para os seus parceiros de produção por via aérea em vez dos métodos habituais de expedição por via marítima.

Vai gostar de saber:  TikTok prepara duplicação do algoritmo para acalmar legisladores dos EUA

Os compradores têm tido dificuldade em pôr as mãos os últimos modelos MacBook Pro de 14 e 16 polegadas, particularmente se quiserem encomendar uma versão não standard (tal como com RAM extra, armazenamento ou um chip M1 Max). Parece muito provável que isto vá continuar, ou possivelmente piorar.

A Apple está consciente do problema global com os abastecimentos dos seus Mac, tal como o mencionou durante uma recente conferência de investidores. A empresa disse que previa que estes problemas de fornecimento poderiam durar até pelo menos Junho, o que é um prazo realista de uma situação complicada, mas não são boas notícias para quem estiver à espera de um novo MacBook ou de um Mac Studio.

Como verificar a vossa encomenda de MacBook Pro

Se quiser ver o paradeiro do seu MacBook Pro, pode fazê-lo abrindo a Apple Store e iniciando sessão com a sua Apple ID, ou introduzindo o seu endereço de e-mail e número de encomenda a partir do seu e-mail de confirmação. Esperamos que o seu novo MacBook chegue mais cedo do que estas estimativas estão a dizer.

Acompanhem todos os desenvolvimentos tecnológicos aqui no AndroidGeek.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!