Android Geek
O maior site de Android em Português

Coronavírus: Aplicação Android que rastreia a epidemia é sem surpresa ransomware

Esta aplicação Android que rastreia a propagação da epidemia de coronavírus em todo o mundo é na verdade ransomware perigoso. Intitulado CovidLock, a aplicação bloqueará o smartphone e vai exigir um resgate em bitcoin.

Como em toda a história da humanidade, quando as coisas estão complicadas há sempre alguém que tenta lucrar com isso. Esta aplicação Android que rastreia a propagação da epidemia de coronavírus em todo o mundo é na verdade ransomware perigoso. Intitulado CovidLock, a aplicação bloqueará o smartphone e vai exigir um resgate em bitcoin.

CovidLock, uma aplicação Android que irá atrair os mais incautos propõe-se a fazer o rastreio do vírus responsável pela pandemia de coronavírus, mas na verdade está a esconder ransomware, diz Tarik Saleh, investigador de segurança de computadores da DomainTools.com.

A aplicação não está (felizmente) disponível na Google Play Store

O CovidLock está disponível apenas para download no site coronavirusapp. Desde o início da pandemia, os hackers usam este software para espalhar malware.

Esse malware bloqueia o smartphone Android

Depois de instalado nos smartphones dos utilizadores, o ransomware bloqueia rapidamente o dispositivo. Salientamos que o ransomware só consegue atacar telefones sem password. O que o CovidLock faz na verdade é definir uma password que vai impedir o acesso ao vosso dispositivo. Se têm uma password/Pin no vosssmartphone, como a maioria dos utilizadores, não correm riscos. Por segurança, sugerimos que definam rapidamente uma password.

Coronavírus: Aplicação Android que rastreia a epidemia é sem surpresa ransomware 3

Uma vez que o smartphone esteja bloqueado, os hackers dão 24 horas para depositar US $ 100 em bitcoin num endereço BTC. Em troca do resgate, eles concordam em não apagar os dados (fotos, vídeos, ...) e em não divulgar conteúdo privado nas redes sociais. Depois de receberem o resgate, os hackers prometem fornecer um código para desbloquear o dispositivo. “Vamos monitorizar sua localização GPS e a posição. Se tentar algo estúpido, o smartphone será apagado automaticamente ”ameaça a mensagem de aviso exibida pelos hackers.

“Os cibercriminosos gostam de explorar as pessoas quando elas estão mais vulneráveis. Eles usam momentos dramáticos que levam as pessoas a ficarem emotivas ou com medo para gerar lucros. Sempre que houver grande mediatismos sobre um tópico que provoque uma reação forte, os cibercriminosos não ficarão para trás. ” Explica Tarik Saleh.

Portanto, convidamos os nossos leitores a serem cautelosos

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais