Conheça as cinco formas que a Google está a tornar a pesquisa mais segura

Mas também é um lugar onde os chamados maus atores podem tentar tirar partido de dos utilizadores incautos ou aceder a informações pessoais que não lhes pertencem.

A web é o lar de muitas coisas boas. Mas também é um lugar onde os chamados maus atores podem tentar tirar partido de dos utilizadores incautos ou aceder a informações pessoais que não lhes pertencem. É por isso que a Google está sempre a trabalhar para nos manter seguros enquanto pesquisam e também proporcionar as ferramentas para assumirm o controlo da nossa experiência de pesquisa.

Aqui estão cinco formas como o Google está a tornar mais segura a forma de pesquisar:

Conheça as cinco formas que a Google está a tornar a pesquisa mais segura 1

1. Combater o spam

A última coisa com que querem preocupar-nos, quando estam à procura de receitas de um bolo ou a pesquisar para um projeto de trabalho, é chegar a um site malicioso onde a nossa identidade pode ser roubada. É trabalho nosso ajudá-lo

Em 2020 a Google , detectou 40 mil milhões de páginas de spam todos os dias - incluindo websites que foram pirateados ou criados de maneira fraudulenta para roubar informações pessoais - e impediram que aparecessem nos resultados. Além do tradicional spam na Web, alargaram esforços para nos proteger também contra outros tipos de abuso, como esquemas e fraudes. Desde 2018, têm conseguido proteger centenas de milhões de pesquisas por ano de acabarem em websites fraudulentos que tentam enganar o utilizador com preenchimento de palavras-chave, de logotipos de marcas que são imitações ou números de telefones fraudulentos para o qual querem que o utilizador ligue.

A Google também está a disponibilizar recursos aos criadores da web para compreenderem vulnerabilidades potenciais de um website e assim o poderem proteger melhor, bem como ferramentas para poderem verificar se os seus websites foram pirateados. Este trabalho está a ajudar toda a web a ficar mais segura e a tornar mais fácil para os utilizadores acederem a websites seguros e com óptimas experiências. Para conhecer melhor o trabalho de combate ao spam na Pesquisa, vejam o Relatório de spam na Web de 2020.

2. Pesquisas encriptadas 

Também nos protegem de muito mais do que spam. Usam encriptação para evitar que hackers e terceiros indesejados vejam o que o utilizador está a procurar ou acedam às nossas informações. Todas as pesquisas feitas no google.com ou na aplicação Google estão protegidas através da encriptação da conexão entre o seu dispositivo e o Google, mantendo as nossas informações mais seguras.

3. Ajuda-nos a saber mais sobre os resultados antes de clicar

Outra forma de proteger os utilizadores é fornecer as ferramentas e o contexto para aprender mais sobre os seus resultados da Pesquisa. Digamos que estão à procura de algo e encontram o resultado de uma fonte com a qual não está familiarizado. Ao clicar nos três pontos ao lado do resultado, poderá ver as descrições do website, quando o Google indexou o website pela primeira vez e se a conexão de um website é ou não segura. Isto proporciona contexto adicional e permite ao utilizador tomar uma decisão mais informada sobre a fonte antes de clicar no link azul.

4. Navegação segura

Por vezes, na ânsia de saber um pouco mais sobre um tópico o utilizador acaba por clicar num link para um site perigoso, mesmo sem se aperceber. Mas com a Navegação Segura da  Google ica mais fácil. Atualmente, esta funcionalidade protege mais de quatro mil milhões de dispositivos e, quando ativado no Chrome, exibe mensagens de aviso a informar que o website que está a tentar aceder pode não ser seguro, protegendo as nossas informações pessoais de possíveis malwares e phishing.

5. Protege-nos de anúncios maus

Proporcionar acesso a informações confiáveis e de alta qualidade na Pesquisa também se estende aos anúncios que vemos quando pesquisamos por produtos, serviços e conteúdo. Para garantir que estes anúncios não são golpes ou de uso indevido, o Google está constantemente a desenvolver e a aplicar políticas que colocam os utilizadores em primeiro lugar. Em 2020, bloquearam ou removeram aproximadamente 3,1 mil milhões de anúncios por violação das políticas e restringiram adicionalmente mais 6,4 mil milhões de anúncios em todas as plataformas, incluindo a Pesquisa.

Todas estas ferramentas foram criadas a pensar nos utilizadores de modo a podermos clicar no link para aquela receita de bolo de cenoura que procuramos, sabendo que o Google está a trabalhar muito para que estejamos seguros.

 
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!