Android Geek
O maior site de Android em Português

China quer ser o segundo país da história a chegar a Marte

A missão chama-se Marte de Tianwen-1 e o objetivo é alcançar o planeta vermelho e explorá-lo como a NASA fez anteriormente com as sondas Curiosity e Opportunity. Se for bem-sucedida, a China será o segundo país do mundo a conseguir com êxito colocar uma sonda em marte.

Julho é o mês escolhido pelo país asiático para tentar colocar um pé (sonda) em marte. A missão chama-se Marte de Tianwen-1 e o objetivo é alcançar o planeta vermelho e explorá-lo como a NASA fez anteriormente com as sondas Curiosity e Opportunity. Se for bem-sucedida, a China será o segundo país do mundo a conseguir com êxito colocar uma sonda em marte.


Embora tenha sido confirmado que o lançamento será em julho, não há data específica. A janela de lançamento da NASA para o rover Perseverance, por exemplo, é de 14 de julho a 5 de agosto, portanto pode ser uma janela temporal semelhante.

Tianwen-1

 

A realização bem-sucedida dessa missão depende não apenas do foguete e de tudo o que viaja para Marte, mas também do que está na Terra. A China tem vindo a melhorar os seus sistemas de comunicação no espaço profundo a fim de manter um bom contato com Tianwen-1 Marte, assim que esta sair da Terra. Uma antena de 70 metros de diâmetro foi instalada no dia 25 de abril passado. A NASA, por exemplo, sofreu com a falta de antenas suficientes para as suas missões em Marte, e esteve mesmo sem comunicar com a Voyager 2 por 11 meses por exemplo.

Tianwen-1 Marte

Se tudo correr conforme o plano TIanwen-1 deve chegar a Marte a fevereiro de 2021 e entrar na sua órbita. Feito isso, chega o momento crucial de entrar, descer e pôr equipamento em Marte. Crucial, porque em questão de minutos a missão pode deixar de ser um sucesso completo para um fracasso retumbante.

Tianwen-1Tianwen-1 no seu processo de construção.

A sonda será equipadoma com uma câmara de alta resolução, radar, espectrômetro e outros sensores para analisar o planeta de cima. O equipamento que pousar em Marte terá cerca de 240 kg e terá ferramentas mais especiais, como um instrumento de espectroscopia para analisar a composição do solo de Marte ou sistemas climáticos para analisar a sua atmosfera.

Tianwen-1 Marte é uma missão particularmente ambiciosa por ser a primeira desse tipo para a agência aeroespacial chinesa. No entanto, já vimos conquistas importantes do país asiático nos últimos anos, como a aterragem histórica no lado oculto da lua.

Fonte | Phys

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!