Brasil não vai excluir Huawei da rede 5G

Huawei logo on a skyscraper facade reflecting clouds. Editorial 3D

Os Estados Unidos pediram aos países que rejeitassem a tecnologia da Huawei no desenvolvimento de novas redes de tecnologia móvel, argumentando que isso venha a ser um risco de segurança. A Huawei nega que o seu equipamento seja um risco.

O vice-presidente brasileiro Hamilton Mourao disse na sexta-feira aos jornalistas que o governo não excluirá tecnologia chinesa da suarrede 5G. A empresa de telecomunicações Huawei Technologies Co opera uma rede de telecomunicações móveis de quinta geração (5G) na maior economia da América Latina. Os Estados Unidos pediram aos países que rejeitassem a tecnologia da Huawei no desenvolvimento de novas redes de tecnologia móvel, argumentando que isso venha a ser um risco de segurança. A Huawei nega que o seu equipamento seja um risco.

Brasil não vai excluir Huawei da rede 5G 1
Huawei logo on a skyscraper facade reflecting clouds. Editorial 3D

O presidente dos EUA, Donald Trump, levantou a questão com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro durante uma visita à Casa Branca em março. Mas Mourao, que se reuniu com o presidente-executivo da Huawei, Ren Zhengfei, numa viagem à China no mês passado, afirma que o Brasil não tem planos de proibir a Huawei quando lançar a sua rede 5G no ano que vem. A Huawei já foi bloqueada no mercado dos EUA. A Austrália e a Nova Zelândia também bloquearam a construção de redes 5G com base na tecnologia da Huawei. O governo do Japão disse no ano passado que proibirá as compras governamentais de equipamentos da empresa chinesa.

Relacionado:  Economizem bateria no vosso smartphone Samsung com esta configuração

Mourão disse ao jornal Valor Económico que não há desconfiança da empresa chinesa dentro do governo brasileiro e que o Brasil precisa da tecnologia de telecomunicações que a Huawei tem para oferecer. A operadora de tecnologia móvel TIM Participações SA anunciou este mês que estava a usar a tecnologia da Huawei para realizar testes de rede 5G no sul do Brasil. A Huawei também relançou os seus negócios de smartphones no Brasil recentemente, após uma falsa partida em 2014, e agora planeia fabricar telefones no país. A empresa disse na sexta-feira que assume a liderança no mercado global de 5G e garantiu 46 contratos comerciais em 30 países.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!