Android Geek
O maior site de Android em Português

Boeing diz que vai levar o homem a Marte antes da SpaceX de Elon Musk

Se acompanham as notícias ligadas ao espaço com o mesmo entusiasmo que eu, então já devem estar à par da nova corrida espacial que se encontra em curso neste momento, ou melhor, desde o ano passado. O que ocorreu agora foi “apenas” que ficou mais competitiva, e isso dá sempre espectaculo.

Mas se não sabem ou não se lembram aqui fica um resumo:

Se existe um homem que tem tanto de génio como de louco é sem dúvida Elon Musk. Ele criou o PayPal, criou a Tesla, e, entre outras, criou a SpaceX, a mais bem-sucedida empresa de exploração espacial privada do mundo. Um dos objetivos da SpaceX é levar o homem a Marte e se hoje tanto se fala em pisar o Planeta Vermelho, a culpa é de Elon.

O melhor de tudo isso foi que a ânsia de Elon por chegar a Marte trouxe de volta a boa e velha corrida espacial que tantos avanços possibilitou nos anos 60. Só que ao contrário da anterior, onde os governos tomavam as decisões, agora são os bilionários que competem entre si. Estão na luta a Blue Origin, criada por Jeff Bezos, fundador da Amazon, a Virgin Galactic, criada por Richard Branson, fundador da Virgin e a Boeing (a mesma dos aviões), só para citar algumas.

Hoje a mais cotada é a SpaceX de Elon Musk que já tem dezenas de contratos com a NASA e com governos mundo fora para o envio de satélites e tripulação para missões espaciais diversas, porém, há cerca de um ano o diretor executivo da Boeing, Dennis Muilenburg, fez uma declaração polêmica. Ele disse que a sua empresa venceria a SpaceX e seria a primeira a colocar humanos em Marte.

Dennis Muilenburg, CEO da Boeing
Dennis Muilenburg, CEO da Boeing

No final de outubro, ele disse: “Estou convencido de que a primeira pessoa a pôr o pé em Marte chegará lá num foguete Boeing”.

E ao que tudo indica não foi apenas uma coisa de do calor do momento (a frase foi proferida durante um evento de tecnologia patrocinado pela própria Boeing), pois Muilenburg repetiu a afirmação nesta quarta-feira ao dar uma entrevista ao canal americano CNBC.

Ele fez ainda questão de colocar datas para os próximos passos: “Vamos fazer um primeiro vôo de teste em 2019 e vamos fazer uma missão em torno da Lua.” Depois disso ele acredita que para chegar a Marte não falta muito.

Da primeira vez Musk não reagiu à provocação do concorrente, afinal, podiam ser apenas palavras ao vento, mas uma segunda afirmação não podia passar despercebida. Assim, Elon Musk, deu uma resposta na rede social que mais usa, o Twitter:

A verdade é que a nave espacial da Boeing não vai a lado nenhum tão cedo. Embora Muilenburg diga que será lançada em 2019, a NASA admitiu que isso não acontecerá (o foguete da Boeing está a ser construído em parceria com a agência espacial americana).

 

Enquanto a Boeing não tem nenhuma outra parceria que não a própria NASA, a Spacex, conforme dito anteriormente, faz lançamentos particulares cada vez mais frequentes, uma fatia de mercado que certamente interessa à agência americana.

Fonte: Fortune

 

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link