Android Geek
O maior site de Android em Português

Armazenamento interno dos telefones - Andamos a comprar gato por lebre?

Conforme os smartphones vão chegando ao mercado, recebem mais e melhores recursos. Porém, existem duas especificações que assombram os utilizadores, uma delas é a capacidade da bateria e a outra é a quantidade de memória interna livre do dispositivo. Hoje vamos falar sobre a segunda característica. A realidade é que cada smartphone tem que sacrificar um pouco do seu espaço de armazenamento para o sistema operativo e os fabricantes deveriam optimizar isso da melhor forma possível. Entretanto, não é bem assim que as coisas acontecem. O Which? Tech Daily divulgou um novo comparativo que mostra quais são os smartphones de topo que disponibilizam o menor espaço de armazenamento livre.

Os resultados não são muito surpreendentes, o iPhone 5C e o Nexus 5 foram decretados como os smartphones mais justos, mas quando entramos no território das OEM, com todas as suas skins e "melhorias", é que a coisa pesa. O Samsung Galaxy S4 é o pior candidato do grupo, com uma margem significativa. Enquanto o Nexus 5 de 16GB chega a disponibilizar 76,75% do seu espaço total de armazenamento livre e utilizável, o Samsung Galaxy S4 oferece apenas 53,5% de sua capacidade total.

Mas para onde vai a memória?

Cada telefone tem que sacrificar um pouco de sua memória interna para o sistema operativo - apesar de não vermos este tipo de informação nas publicidades, nem sequer na própria caixa do aparalho. Contudo, existem fabricantes que apelam e enchem o seu telefone com aplicações, características extras das UIs personalizadas e bloatware.

Vamos ter como exemplo o Android a correr Galaxy S4. A Samsung oferece o aparelho com a sua UI personalizada, o TouchWiz. A skin inclui muitas das características próprias da Samsung e uma infinidade de recursos, os quais não são utilizados pelo utilizador na maioria das vezes, e não podem ser removidas do aparelho pelas vias usuais (com root é possivel). Segundo o pessoal da Which?, se levarmos em consideração a tecnologia de rastreamento dos olhos, que faz uma pausa no vídeo quando você não está com os olhos no ecrã, serve apenas para consumir a bateria e monopolizar o armazenamento interno do aparelho.

De onde vem a generosidade da Apple e da Google?

Como podes perceber, os iPhones 5C e 5S, bem como o Nexus 5, são os dispositivos mais generosos quando falamos de telefones de 16GB. O iPhone 5C disponibiliza 12,6GB de memória livre (79%), enquanto que o 5S 12,2GB (76%) e o Nexus 5 12,28GB (77%). Ambos os sistemas operativos são relativamente livres de bloatware, porém, deves ter observado que nenhum deles tem slot para cartões de memória.
Assim, não poderá comprar um cartão microSD e aumentar a memória interna dos mesmos. Ao contrário, o Galaxy S4 suporta um extra de 64 GB de armazenamento via entrada microSD.

Mas o espaço livre importa assim tanto?

Sim! Duvido muito que alguém goste de comprar 16GB e receber apenas 8GB de espaço livre. E, embora seja fácil verificar se um telefone possui uma slot para cartão de memória, não existe nenhuma maneira fácil de descobrir o espaço de armazenamento real que eles têm para oferecer no acto da compra. Por isso, verifique antes de sair da loja e entender que o seu aparelho poderá limitar a sua experiência neste sentido.

Logo após o lançamento do Galaxy S4, a Samsung recebeu muitas críticas em relação à utilização de 45% dos 16GB do aparelho para o sistema operativo. E a resposta à pouca memória interna foi o suporte para uso de cartão microSD e a possibilidade de armazenamento de aplicacações no próprio cartão.

Na minha opinião, os fabricantes deveriam possuir uma memória para uso do sistema operativo e outra de armazenamento interno livre para o utilizador (como anunciado 8GB/ 16GB/ 32GB/ 64GB). Porém, ainda não vejo isso acontecer. E como tal acabamos por comprar gato por lebre.
O que achas?

Fonte: Which Tech Daily & AndroidPit

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais