Android Geek
O maior site de Android em Português

Apple: Tributação sobre a China vai obrigar produtos a subir de preço

A Apple diz que a última subida de tarifas propostas pela China afetará vários dos seus próximos produtos. As tarifas propostas colocam um imposto de 25% sobre os próprios produtos ou sobre os componentes dos produtos, e isto origina obviamente um aumento de preço e provavelmente um decréscimo nas vendas.

A Apple diz que a última subida de tarifas propostas pela China afetará vários dos seus próximos produtos. As tarifas propostas colocam um imposto de 25% sobre os próprios produtos ou sobre os componentes dos produtos, e isto origina obviamente um aumento de preço e provavelmente um decréscimo nas vendas.

É importante mencionar que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou impor taxas adicionais aos produtos importados da China, que movimentam mais de US $ 200 mil milhões , o que levará as empresas de tecnologia dos EUA a enfrentar um aumento de preços em peças e componentes.

Antes disso, a Dell, a HPE, a Cisco, a Juniper e outras empresas dos EUA enviaram uma carta ao Escritório de Representação Comercial dos Estados Unidos, solicitando a não taxação de impostos sobre produtos chineses importados. A Apple também se juntou ao lobby e enviou uma carta ao Escritório de Representação Comercial dos EUA. O imposto fará com que os Estados Unidos acabemppor sofrer o dano mais grave. Os vários produtos da Apple, como computadores Mac, carregadores e outros produtos, sofrerão um aumento de preços, mas o iPhone da Apple já foi dado como isento anteriormente.

Apple: Tributação sobre a China vai obrigar produtos a subir de preço 1

De acordo com a Apple, os produtos afetados pelas tarifas incluem principalmente Mac mini, Apple Pencil, HomePad, Apple Watch e uma variedade de carregadores, adaptadores e outros componentes. Tarifas adicionais levarão a preços mais altos dos produtos, e os clientes são quem vai pagar mais por isso.

No entanto, a carta aberta da Apple não mencionou o impacto da tributação do iPhone, já que o iPhone já estava isento desde a primeira rodada de guerras tarifárias entre a China e os Estados Unidos. No início de junho, o CEO da Apple, Tim Cook, negou numa entrevista o boato de que o iPhone estava a ser taxado, ele disse que o iPhone não estará sujeito a tarifas (extra).

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais