Android Geek
O maior site de Android em Português

APIs não oficiais serão bloqueadas no Android P

Apesar de não ser nada que já não tenhamos falado, e que já não tenha sido amplamente “discutido” nos mais diversos fóruns, agora é oficial: a Google restringirá o acesso a APIs não públicas na próxima versão do Android. Isso significa que, no Android P, as APIs que não são oficialmente suportadas no SDK do Android (em geral) não estarão disponíveis para os desenvolvedores usarem nas suas aplicações.

O uso de APIs não oficiais em aplicações é arriscado, pois às vezes pode causar problemas inesperados e levar a erros quando uma nova versão altera involuntariamente a forma como a API funciona. É por isso que a Google geralmente recomenda usas APIs oficiais no SDK do Android, já que é improvável falharem sem aviso prévio, devido a lançamento de uma nova versão do Android.

Claro, não é como se os desenvolvedores desejassem usar APIs indocumentadas sem motivo: às vezes é mais fácil fazer as coisas usando uma API não SDK do que através do SDK e, em alguns casos, simplesmente não existe uma alternativa SDK. É por isso que a Google quer fazer esta transição de forma lenta e cautelosa. Em primeiro lugar, apenas as APIs não-SDK com baixo ou nenhum uso serão bloqueados, de modo a minimizar o impacto aos desenvolvedores. Na maioria dos casos, quando um desenvolvedor tenta aceder a uma dessas APIs, eles simplesmente verão um erro como NoSuchFieldException ou NoSuchMethodException.

Android P

Para situações em que o uso de APIs SDK é possível, mas provavelmente será tecnicamente desafiador, o uso de APIs indocumentadas ainda será permitido até que uma aplicação seja atualizada para atingir o nível API mais recente. Eventualmente, a Google planeia ampliar essas restrições em futuras versões da plataforma, mas devagar o suficiente para oferecer aos desenvolvedores tempo suficiente para migrar para APIs oficiais.

Mas e os casos em que simplesmente não existe uma alternativa adequada para uma API não-SDK? Felizmente, o pensamento da Google avançou e configurou uma forma de os desenvolvedores solicitarem novas APIs através de um rastreador de erros quando eles acharem que as API públicas atuais não são suficientes.
Se tudo correr bem, a longo prazo, essa mudança poderia potencialmente ajudar a tornar aplicações mais confiáveis ​​e estáveis​​.

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
Fonte googleblog
Através de androidpolice

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link