Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise Sony MDR-1ABT

A companhia Japonesa Sony sempre nos ofereceu uma gama de equipamentos de som ótimos, não sendo eles os inventores do mítico “Walkman” .

Análise Sony MDR-1ABT 

“Preço/qualidade…?”

 

A companhia Japonesa Sony sempre nos ofereceu uma gama de equipamentos de som ótimos,  sendo eles os inventores do mítico “Walkman” .

Os Sony MDR-1ABT são uns auscultadores Bluetooth wireless com capacidades NFC, que confortavelmente tapam as nossas orelhas, sim conhecidos no estrangeiro por “over-the- ear headphones”.

Este tipo de auscultares cobrem por completo as nossas orelhas, que desde já vos diga, no Inverno sabe muito bem.

Este auscultador bluetooth da Sony é o modelo wireless da versão MDR-1A, que à primeira vista é idêntico visualmente e nas especificações primárias, com a diferença na questão wireless e no preço.

Uma vez que a versão MDR-1ª custa cerca 199€, enquanto o MDR-1ABT custa sensivelmente 399€.

 

E é aqui que começamos o nosso tópico.

“Será que compensa o seu preço”

 

 

 

Especificações

Os Sony MDR-1ABT vêm numa caixa toda catita com uma bolsa para os guardarmos, bem como um cabo micro-USB para o carregarmos e uma jack de 35mm, o standard basicamente.´

 

sony

 

Com capacidade de NFC torna a sua sincronização bastante simples como um simples toque com ele no smartphone, isto é se eles tiverem essa capacidade.

Mesmo que não tenham é simples na mesma, basta pressionar o botão do power por 3 segundos até vermos a luz azul e vermelha a piscar, o que significa que estamos em modo de busca.

E depois é só procurar nos dispositivos móveis, através no nosso smartphone.

Mesmo que o vosso equipamento não tenha nenhuma das duas tecnologias, temos sempre o cabo jack de 35mm.

Agora uma característica à geek é o “LDAC”, trata-se de um codec Bluetooth de alta resolução da Sony.

Que segundo a Sony consegue usar até 3x a taxa de conversão de dados.

No entanto, isso só vai ser útil se o equipamento também suporta LDAC.

E até agora isso significa, apenas os mais recentes topo de gama smartphones ou MP3 players da Sony.

 

E transmissão de música pura, sem distorções graças ao o suporte dos codecs AAC e SBC evita a perda de sinal ao transmitir do smartphone ou PC.

 

Outra característica que os Sony MDR-1ABT têm, é o uso de controlos através do toque.

sony

Com simples “swipes” e toques podem desde, mudar de música, aumentar/diminuir volume, atender chamadas e fazer pausa ou play na música.

Posso dizer que existe uma curva de aprendizagem, pois têm que deslizar o dedo desde o centro do auscultador e não fazer com demasiada força para o equipamento não confundir com o gesto de toque e pausar a música.

Mas depois de isto bem assente, ate é bastante prático, mas preparem-se para aqueles olhares estranhos das pessoas que passam e que devem estar a pensar.

“Mas porque que raio está ele a fazer festas aos phones”

Trata-se de uns auscultares com design bastante moderno na minha opinião e nada intrusivo, bastante leves e confortáveis, mesmo para quem usa óculos.

sony

E com uma bateria espetacular sendo que quando os recebi fiz o seu carregamento até ao seu máximo.

E depois a sua utilização em modo wireless que é a única altura que requer bateria, vá terá sido em viagens de transportes com duração de 60 minutos ao longo de duas semanas, e voltei a carregar o mesmo, nunca mais, isto porque depois tivemos que entrega-los.

Por isso como vêm através de este teste altamente exato, (sorriso sarcástico), “são muita bons” no departamento de autonomia.

E relativamente ao que interessa, que é o som, são simplesmente divinais, graves bastante acentuados com boa qualidade tirando bom uso do seu diafragma de 40 mm , e apesar de não terem cancelamento de som, o som do exterior não nos incomodava, nem nós a ele, graças a forma de como as suas almofadas estão desenhadas.

É ainda possível usar este dispositivo como auricular para chamadas.

 

Veredicto

Apesar de estes extras todos e de ter gostado bastante, acho que para o preço que estão a ser comercializados são caros.

Gostava que para o preço que são vendidos tivessem pelo menos cancelamento de som, e apesar de ter gostado da sua construção, poderiam ter aprimorado mais nos materiais, pois tudo ele é feito de plástico.

E apesar do som soberbo que transmitem, depois de umas pesquisas rápidas na net vim a ver que é bastante similar ao seu modelo com fios que custa metade do preço.

Se não vêm a mobilidade que a versão Bluetooth nos permite, mas querem ter a mesma a qualidade de som e conforto, podem apostar na versão com fios.

Se por outro lado querem o top com NFC, Bluetooth, gestos catitas para mudar de música, e bom som e se têm 400 euros para desembolsar, força.

“Gostei muito, mas para o preço esperava mais.”

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link