Android Geek
O maior site de Android em Português

Alemanha diz que a Huawei vai participar na construção 5G do país

O presidente da Bundesnetzagentur, agência reguladora de telecomunicações da Alemanha em entrevista ao Financial Times, afirmou que nenhum fornecedor de equipamentos, onde se incluem a Huawei, “deve ou poderá ser especificamente excluído”, já que ainda não encontrou nenhuma evidência para substânciar as alegações dos EUA que afirma que a empresa de telecomunicações chinesa representa uma grande ameaça à segurança. Ele afirmou ainda que a Huawei receberá contratos se cumprir os requisitos gerais de segurança impostos pelo regulador.

O presidente da Bundesnetzagentur, agência reguladora de telecomunicações da Alemanha em entrevista ao Financial Times, afirmou que nenhum fornecedor de equipamentos, onde se incluem a Huawei, “deve ou poderá ser especificamente excluído”, já que ainda não encontrou nenhuma evidência para substânciar as alegações dos EUA que afirma que a empresa de telecomunicações chinesa representa uma grande ameaça à segurança. Ele afirmou ainda que a Huawei receberá contratos se cumprir os requisitos gerais de segurança impostos pelo regulador.

O ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, sugeriu no início de fevereiro que o seu país não excluiria a participação da Huawei na construção da infraestrutura 5G na Alemanha, já que a decisão de excluir A Huawei teria o potencial de prejudicar a maior economia da Europa.

Alemanha diz que a Huawei vai participar na construção 5G do país 1

Agora, em flagrante "desobediência" às advertências dos EUA, a Alemanha reiterou a sua posição sobre o assunto, ao afirmar que não proibiria especificamente qualquer fornecedor de equipamentos de telecomunicações de participar da construção da infraestrutura 5G da próxima geração.

O presidente da Bundesnetzagentur, agência reguladora de telecomunicações da Alemanha em entrevista ao Financial Times, afirmou que nenhum fornecedor de equipamentos, onde se incluem a Huawei, “deve ou poderá ser especificamente excluído”, já que ainda não encontrou nenhuma evidência para substânciar as alegações dos EUA que afirma que a empresa de telecomunicações chinesa representa uma grande ameaça à segurança.

Ele afirmou ainda que a Huawei receberá contratos se cumprir os requisitos gerais de segurança impostos pelo regulador.

A empresa, na sua reunião anual de analistas globais realizada ontem na sua sede em Shenzhen, no sul da China, revelou que já conquistou total de 40 contratos comerciaiss para construir e operar a infra-estrutura de telecomunicações de quinta geração (5G) até final de março, acima de uma contagem anteriormente divulgada de mais de 30. Espera-se que estes números aumentem em breve se não surgir nenhum outro obstáculo em países como a Alemanha .

 

Fonte

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link