A Apple ainda tem muitos fornecedores chineses, no meio da guerra comercial EUA vs China

Embora tenha havido uma redução no número de fornecedores em 2019, o número de fabricantes chineses que fazem parte da cadeia de fornecedores da Apple aumentou até, para doze em 2020, segundo mostra o registo oficial.‎

‎A gigante de tecnologia norte-americana ‎‎Apple‎‎ divulgou recentemente uma lista dos seus 200 maiores fornecedores em 2020, onde mostra a presença de vários fornecedores chineses. Na esteira da disputa comercial entre a China e os EUA, a Apple começou a mudar a maior parte de sua produção de iPhones da China para outros países como o Vietname.

Embora tenha havido uma redução no número de fornecedores em 2019, o número de fabricantes chineses que fazem parte da cadeia de fornecedores da Apple aumentou até, para doze em 2020, segundo mostra o registo oficial.‎

‎A lista dos 200 melhores também é um indicador da crescente importância dos fabricantes chineses do continente na cadeia de fornecedores da Apple. Em termos de regiões, a China continental tem o maior número de novas empresas adicionadas à lista.‎

A Apple ainda tem muitos fornecedores chineses, no meio da guerra comercial EUA vs China 1

‎Em Taiwan, China, seis novas empresas foram adicionadas e seis empresas também foram removidas. As empresas recém-adicionadas incluem as principais empresas de módulos térmicos Shuanghong, Kangkong, GIS, Maolin, Jiaze e Jing Technology. Enquanto que a Zhenglong, a Fuyang Technology da Pegatron e as subsidiárias continentais da TPK – Jingjia Optoelectronics, Darfon, Meilv e Mingxiang Technology não chegaram a ser fornecedores da Apple em 2020.‎

Relacionado:  Apple procura construir chips com a arquitectura RISC-V de código aberto.

‎Além disso, o fornecedor com sede em Hong Kong, Shanghai Industrial Holdings, retornou à lista da cadeia de fornecedores após a sua remoção no ano anterior. No entanto, os fornecedores nacionais Artesyn Technology, Cathay Pacific e Chuangliang Technology estavam ausentes da lista.‎

New Huawei Flagship Store in China

‎A lista também mostra que a Apple tem alguns novos fornecedores nos EUA e isso inclui a Universal Semiconductor. Por outro lado, a Viavi Solutions, conhecida pelo fornecimento de componentes de laser (VCSEL), e Cypress Semiconductor foram removidos da lista.‎

‎Os fabricantes japoneses SMK Group e a subsidiária do Sharp Group Kangdazhi, bem como a Japan Seiko, e outros foram removidos. A Toshiba foi substituída pela Kioxia, e a NGK Special Ceramics também entrou para a lista de novos fornecedores.‎ ‎A Apple também adicionou um novo fabricante de componentes sul-coreanos – a Samsung Electro-Mechanics, fornecedora de RFPCB enquanto que a fabricante de placas Interflex foi removida, aparentemente substituída por fornecedores chineses.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!
Fonte Fonte