Android Geek
O maior site de Android em Português

Tiroteio no YouTube pode já ter feito vítimas (Atualizado)

Update: 03/04/2018 23:22 A polícia confirma que o atirador/a do YouTube está morto/a. Quatro vítimas feridas foram levadas para hospitais locais, mas nenhuma morte foi registada para além do responsável pelo tiroteio. O atirador parece ter cometido suicidio.

Artigo original

Foram ouvidos tiros juntos à sede do YouTube na localidade de San Bruno, Califórnia, segundo informações que estão a ser avançadas pela BBC. Há ambulâncias no local e a Google, empresa que detém o Youtube, já disse estar a investigar “um possível incidente envolvendo tiros”. O Departamento da Polícia de San Bruno confirmou ainda à CNN que há atividade policial na área e que várias chamadas para o número de emergência foram feitas a partir da sede do Youtube.

Vadim Lavrusik, funcionário do YouTube, tweetou às 16h57 desta terça-feira (03) que um homem armado estava dentro da sede do YouTube, na Califórnia, Estados Unidos. De acordo com o The Verge, a polícia local recebeu chamadas de um possível tiroteio no local.

“Um atirador está na sede do YouTube. Ouvi tiros e vi pessoas a correr aqui da minha mesa. Agora estou barricado dentro de uma sala com colegas”, escreveu Lavrusik. Vale notar que Lavrusik tweetou logo em seguida comentando que estava seguro e fora do escritório.

Todd Sherman, gestor de produto no YouTube, comentou no Twitter que viu sangue no chão do escritório e nas escadas enquanto saía da empresa. Sherman comentou que o atirador pode ter cometido suicídio.

A polícia de San Bruno, cidade na Califórnia onde se encontra a sede do YouTube, também tweetou sobre o caso

22:01 – O canal de televisão SIC indica que o atirador será uma mulher e que a operação policial está em curso neste momento. Trabalham no edifício 1700 pessoas.

22:02 – Hospital Central da localidade confirma ter recebido vítimas provenientes deste incidente.

Em atualização

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉
Através de Expresso Jornal de Negócios

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link