Android Geek
O maior site de Android em Português

Xiaomi esclarece as pontuações do Mi CC9e com Snapdragon 665 no AnTuTu

O Snapdragon 665 da Qualcomm deveria ser o sucessor do SoC Snapdragon 660. Enquanto ambos os processadores são aproximadamente os mesmos em termos de CPU, o novo Andreno 610 é mais lento que o Adreno 512.

No início deste mês, a Xiaomi lançou a sua nova série de smartphones Mi CC9, que inclui o Mi CC9 e o Mi CC9e. O recém-lançado Mi CC9e é o primeiro smartphone a ser equipado com o novo processador Qualcomm Snapdragon 665. No entanto, nos testes de benchmark através do AnTuTu, foi revelado que a pontuação do teste do Snapdragon 665 era menor do que a do Snapdragon 660. O Snapdragon 665 da Qualcomm deveria ser o sucessor do SoC Snapdragon 660. Enquanto ambos os processadores são aproximadamente os mesmos em termos de CPU, o novo Andreno 610 é mais lento que o Adreno 512. Xiaomi Mi CC9e Agora, Wang Teng, director de produto da Xiaomi, respondeu às preocupações de que a pontuação do benchmark AnTuTu do Mi CC9e com o Snapdragon 665 foi aumentada. Ele esclareceu por que isso aconteceu. Ele afirma que o Mi CC9e é o primeiro smartphone a ser alimentado pelo Snapdragon 665, e que do produto para a fase final, levou cerca de dois a quatro meses durante os quais o desempenho do chipset foi melhorado e optimizado.

Anteriormente, quando as informações sobre o Qualcomm Snapdragon 665 que mostrou melhor desempenho que o Snapdragon 660 de um momento para o outro, por causa dos ajustes que começaram a aparecer on-line, a empresa pediu que fornecessem provas para as alegações. Os utilizadores que estavam a reivindicar isso recusaram-se a apresentar qualquer prova para as suas reivindicações. O chipset Qualcomm Snapdragon 665, também conhecido como SM6125, foi anunciado em abril deste ano. É um chipset de 11 nm composto de oito núcleos Kryo 260 numa configuração de  4 + 4 com frequência de 2.0GHz. Estes são os mesmos núcleos no processador Snapdragon 636 de 14nm, mas eles estão agora num nó menor, o que significa uma melhor eficiência energética. O processador também coloca a AI na vanguarda graças ao GPU Adreno 610 AIE. A IA de terceira geração integrada trabalha com o novo Hexagon 686 DSP e o Qualcomm Spectra 165 ISP para ter melhores fotografias com pouca luz, melhores retratos e melhores maneiras de interagir com o seu ambiente. O mecanismo AI onboard também oferece melhor segurança com suporte para 3D Face Unlock.

A Qualcomm alega que os novos recursos da AI são 2x mais rápidos do que o Snapdragon 660. também suporta Bluetooth 5.0 LPE, USB 3.1, câmaras duplas de até 16MP e uma de 48MP, 4K a 30fps e gravação em câmara lenta de até 120fps 1080p. O suporte máximo para ecrã é de 2520 x 1080 (FHD +) e vem com o Quick Charge 3.0.

Fonte

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais