Xiaomi anuncia acordo com a Microsoft para a partilha de patentes

dav

A nossa muito conhecida Xiaomi anunciou esta quarta-feira um acordo com a Microsoft, com o qual a fabricante chinesa espera consolidar sua expansão internacional.
Segundo comunicado conjunto das duas empresas, esta "associação a longo prazo" prevê a partilha de patentes e o compromisso por parte da Xiaomi em instalar nos seus smartphones as aplicações da Microsoft (Office e Skype).

Os telefones da chinesa funcionam com o sistema operativo móvel da Google, o Android, mas a fabricante chinesa já havia colaborado com a Microsoft no seu tablet Mi Pad.
Com a nova aliança, a Xiaomi poderá utilizar "quase 1.500 patentes" da Microsoft, que envolvem diferentes áreas, da comunicação wireless, passando pela 'nuvem' (armazenamento de informação na internet) e a tecnologia multimédia, segundo uma porta-voz da dona da Mi.

O valor da operação não foi revelado, mas a Microsoft anuncia a aliança ao mesmo tempo que pretende afastar-se da produção direta de smartphones, uma atividade que iniciou em 2013 com a compra de uma divisão da empresa finlandesa Nokia.

Relacionado:  A Samsung, assim como a rival TSMC, enfrenta um atraso no lançamento de Chipsets de 3nm

A Xiaomi é uma atualmente a líder no mercado chinês de smartphones, mas esse êxito é restrito ao seu país natal, onde a empresa vende 90% dos seus aparelhos.

Será que é desta que a Xiaomi se expande para o resto do mundo?

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!