Whatsapp foi atacado e dados de 500 milhões de utilizadores foram expostos

Agora, Mark Zuckerberg como CEO da Meta aposta na WhatsApp e no Messenger como fonte de sucesso para os próximos anos. O problema é que a WhatsApp está hoje em dia a receber as atenções graças a uma enorme quebra de dados que coloca em risco vários dos dados dos seus utilizadores.

Os dias não estão a ser fáceis nos escritórios da Meta. Após o fracasso parcial da Metaverse como actividade principal da empresa, a empresa perdeu milhares de milhões e despediu vários dos seus empregados. Agora, Mark Zuckerberg como CEO da Meta aposta na WhatsApp e no Messenger como fonte de sucesso para os próximos anos. O problema é que a WhatsApp está hoje em dia a receber as atenções graças a uma enorme quebra de dados que coloca em risco vários dos dados dos seus utilizadores.

Mais de 500 millhões de números do Whatsapp vendidos

De acordo com relatórios, um hacker vendeu abertamente os números de telefone de cerca de 487 milhões de utilizadores do WhatsApp de 84 países e regiões num determinado fórum. Dos 487 milhões de números de telemóvel, mais de 32 milhões eram dos EUA, 45 milhões eram do Egipto, 5 milhões da Itália, e 29 milhões da Arábia Saudita. Também vendeu 20 milhões da França e Turquia, 10 milhões de utilizadores russos, e mais de 11 milhões de utilizadores britânicos. O Brasil, que é também um dos mercados chave, teve 8 milhões dos seus utilizadores expostos.

Whatsapp foi atacado e dados de 500 milhões de utilizadores foram expostos 1

Há um pouco de ironia nesta quebra de dados. Não há muito tempo, Mark Zuckerberg declarou que a WhatsApp é mais privada e segura do que o iMessage. Menos de um mês depois, o mensageiro verde está no meio de uma enorme quebra de dados. A aplicação utiliza encriptação de dados ponta-a-ponta em dispositivos Android e iOS. Entretanto, o iMessage utiliza SMS “inseguros” quando envia mensagens para dispositivos Android.

Apesar disso, a encriptação de ponta a ponta do aplicativo falhou, expondo vários números de telefone de utilizadores em todo o mundo. Estamos à espera para ver se a WhatsApp irá reconhecer os factos e dar mais detalhes. Por enquanto, a empresa optou pelo silêncio.

Whatsapp foi atacado e dados de 500 milhões de utilizadores foram expostos 2

De acordo com a informação conhecida, a aplicação é actualmente utilizada por mais de 2 mil milhões de pessoas em todo o mundo. É uma das maiores aplicações de envio de mensagens do mundo. Isto significa que os dados divulgados contêm os números de telefone de quase um quarto dos utilizadores no mundo.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!