Visionox vai receber encomendas de milhões de painéis AMOLED para Huawei e Honor

O fornecedor irá enviar os painéis AMOLED para as duas empresas fabricantes de smartphones, com encomendas na ordem dos milhões de unidades.

‎Uma nova informação revelou que ‎‎a Visionox‎‎ poderá receber grandes encomendas da ‎‎Huawei‎‎ e da sua antiga subsidiária, ‎‎Honor‎‎. O fornecedor irá enviar os painéis AMOLED para as duas empresas fabricantes de smartphones, com encomendas naordem de milhões de unidades.‎

Visionox vai receber encomendas de milhões de painéis AMOLED para Huawei e Honor 1

‎De acordo com uma informação ‎da ‎TechWeb, ‎‎uma pessoa próxima do fornecedor afirmou que a empresa pode estar a receber 5 milhões de encomendas da Huawei e cerca de 10 milhões de encomendas de painéis AMOLED da sua antiga subsidiária, Honor. Já em janeiro de 2021, a Visionox tinha anunciado que o seu resultado líquido para 2020 deverá rondar os 141 milhões de yuan (cerca de 21 a 31 milhões de dólares americanos), o que marca um aumento homólogo de 120 para 227%. A empresa atribuiu este crescimento à sua contínua inovação e às suas crescentes exigências.‎

‎A Visionox é também a empresa por detrás do primeiro ‎‎ecrã produzido em massa que suporta uma câmara debaixo do ecrã.‎‎ Além disso, tem também um acordo exclusivo com a ZTE para fornecer estes ‎‎ecrãs para o smartphone ZTE Axon 20 da fabricante.‎‎ A empresa até fornece ecrãs curvos de gama alta para grandes fabricantes, para a sua linha de smartwatches e até smartphones. Alguns dos seus principais clientes incluem gigantes tecnológicas chinesas como a Xiaomi, ZTE, Huami e até a sul coreana LG também. Recentemente, a empresa chegou mesmo a captar a Oppo, a Motorola, e mais algumas como os seus novos clientes.‎

Relacionado:  Vivo X70 Pro revela especificações através de listagem TENAA

Visionox vai receber encomendas de milhões de painéis AMOLED para Huawei e Honor 2

A Huawei e a Honor ao fazerem estas enormes encomendas, é uma ótima notícia para a Visionox. Entretanto, estas encomendas maiores da Honor, também indica a atual posição de ambas as empresas, uma vez que a Huawei luta com a sua divisão de smartphones devido às sanções dos EUA que a levaram a vender a sua submarca para garantir a sua sobrevivência. Neste momento, a Honor está pronta para lançar os seus produtos, especialmente na China, para se afirmar como um dos principais concorrentes no seu mercado interno.‎

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!