Android Geek
O maior site de Android em Português

União Europeia inicia investigações contra a Google

União Europeia inicia investigações contra a Google

A União Europeia acusou hoje formalmente a Google de abusar de sua posição dominante no mercado de pesquisas para favorecer os seus próprios produtos e serviços. Com isso, a Comissão Europeia deve iniciar uma investigação das práticas da empresa que, se for considerada culpada, deverá enfrentar as consequências legais.

Segundo a Google, empresa concorrentes como Expedia, TripAdvisor e Yelp falharam na hora de provar que serviços como o Google Shopping e o Google Flight Search prejudicam as suas actividades.

Todos alegaram que a prática da Google de incluir resultados especializados em pesquisas prejudicou significativamente os seus negócios. Mas o seu tráfego, vendas e lucros (assim como as ofertas que fazem para investidores) contam uma história muito diferente”, afirma a Google.

Mesmo que a Google consiga provar a sua inocência nas acusações relacionadas ao seu sistema de pesquisas, isso não vai representar o fim dos seus problemas. Uma investigação separada conduzida pela União Europeia tenta desvendar se a empresa usou sua posição de destaque no universo móvel para forçar fabricantes de smartphones a favorecer determinados aplicações no Android.

União Europeia inicia investigações contra a Google 1

A investigação vai se focar em descobrir se a Google usou acordos anti competitivos ou abusou de uma possível posição dominante no campo dos sistemas operativos, aplicacionais e serviços para dispositivos móveis inteligentes”, explica a comissão responsável. A investigação também vai tentar determinar se a Google agiu de forma a impedir que versões modificadas do Android tivessem acesso aos seus serviços, aplicações e APIs.

Em sua defesa, a companhia afirmou que acordos anti fragmentação estabelecidos por ela garantem que as pessoas “tenham uma grande ‘experiência directa da caixa’ com a presença de aplicações úteis no seu ecrã inicial”. O vice-presidente de engenharia do Android, Hiroshi Lockheimer, afirma que as aplicações adaptados ajudam a plataforma a competir com a Apple, a Microsoft e outras empresas que adoptam práticas semelhantes.

Resumindo: Vêm aí problemas para a Google. E mesmo que a mesma consiga sair ilesa desta luta, a sua posição sairá sempre fragilizada, pelo menos na Europa. Vamos estar atentos ao desenrolar daquele que parece ser uma nova novela, que irá demorar anos até terminar.

 

FONTE

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link