Na Turquia, a nova moda é gravar a destruição de iPhones da Apple

Na Turquia, a última moda é os utilizadores destruirem os seus iPhones da Apple em vídeo, a fim de apoiar o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. O Líder da Turquia pediu um boicote aos dispositivos feitos pela Apple como forma de protestar contra as tarifas e sanções impostas ao país pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

Vários tweets e publicações no YouTube incluem vídeos que mostram turcos a esmagar, atirar iPhones ao ar até pegar-lhes fogo.

O movimento de Trump para duplicar as tarifas impostas às importações de aço e alumínio da Turquia para os EUA veio depois de Erdogan se recusar a libertar um pastor americano que se encontra preso do seu nome Andrew Brunson, este cidadão norte-americano está preso na Turquia há dois anos. Brunson é acusado de ajudar um grupo que tentou um golpe de estado fracassado em 2016 que quase derrubou Erdogan. Os EUA negam e dizem que Brunson está a ser mantido por razões políticas.

Num discurso, o presidente da Turquia disse que os cidadãos do país podem sempre recorrer à Samsung para substituir os seus iPhones, ou comprar um aparelho doméstico como o Vestel Venus.

Relacionado:  Samsung Galaxy M52 5G listado novamente em certificação, perto do seu lançamento

No vídeo encontrado no topo deste artigo,  podem ver um grupo de cinco homens turcos que destroem os seus iPhones com o uso de uma marreta.

 

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!