Android Geek
O maior site de Android em Português

Spotify volta a disponibilizar conteudo de XXXTenaction

Parece que a Spotify está a restaurar as músicas do popular rapper XXXTenaction para listas de reprodução após uma reação massiva em reação à sua mais recente política, e parece provável que mude essa política nas próximas semanas ou meses.

Spotify volta a disponibilizar conteudo de XXXTenaction

A política em questão destina-se a policiar a coleção de músicas do site, erradicando e punindo artistas que supostamente se envolveram em atos hediondos. XXXTenaction foi acusado de bater a mulher grávida, mas nenhuma condenação foi ainda atingida. O tribunal da opinião pública parece ter ditado as ações da Spotify em duas facetas; com a determinação original de que XXXTenaction estava apto a ser punido sob esta nova política, e a decisão de restaurar as sua música para listas de reprodução após uma reação em larga escala. E segundo um rumor da Bloomberg, alguns especialistas disseram que o chefe de Relações com os Artistas, Troy Carter, planeou deixar a empresa, mas cedeu quando o CEO Daniel Ek lhe disse que a política seria alterada para evitar situações como essa.

Spotify volta a disponibilizar conteudo de XXXTenaction 1

O backlash para a remoção do XXXTenaction de playlists incluiu várias gravadoras e artistas, e até mesmo ameaças para remover músicas do site vindas de grandes nomes como Kendrick Lamar. A nova política foi criada em reação ao recente movimento social #MeToo, destinado a encorajar as vítimas a apresentar acusações de abuso contra os ricos e poderosos, com foco nas mulheres ofendidas pelos homens. Embora muitos tenham elogiado a intenção do Spotify com essa política, os críticos disseram que isso poderia significar censura. O pessoal do XXXTenaction, num ponto, produziu uma lista de artistas que se enquadram em acusações semelhantes, mas não foram punidos pela Spotify. Outros questionaram a autoridade da Spotify de policiar moralmente a esfera da música, dada a sua ampla influência.

O movimento da Spotify reflete um clima sociopolítico em mutação no mundo da tecnologia, uma mudança que a Alphabet foi uma das primeiras grandes empresas a sentir uma grande capacidade pública quando demitiu um funcionário que publicou internamente um memorando que continha opiniões e apelos à ação que poderiam ser vistos como extremamente conservadores. A empresa encontrou-se no meio de uma tempestade social em toda a web, com o ex-empregado rejeitado, James Damore, a envolver-se diretamente no caos que se seguiu.

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link