SmartBus da Huawei percorre Portugal a promover educação e responsabilidade digital

A sala de aula móvel da Huawei é dedicada a crianças em idade escolar e visitará, até ao início de dezembro, cerca de duas dezenas de cidades distribuídas por todo o território nacional.

Sob o lema “Partilhar sem risco”, a Huawei Portugal apresenta a sua edição de 2021 do SmartBus, o projecto educativo da empresa dirigido aos jovens em idade escolar. O autocarro viajará pelo país de Norte a Sul durante um mês com o objectivo principal de promover a utilização segura e responsável das novas tecnologias entre as crianças e adolescentes portugueses entre os 10 e 14 anos de idade.

Hoje, o Huawei SmartBus está a ser apresentado no Externato Maristas em Lisboa, onde permanecerá durante o dia e depois iniciará a sua digressão, que irá a várias escolas em todo o país. – O SmartBus, que tem percorrido inúmeros países europeus, esforça-se por contribuir para a sensibilização sobre a utilização adequada das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) através de sessões didácticas ensinadas nesta sala de aula móvel Huawei.

SmartBus da Huawei percorre Portugal a promover educação e responsabilidade digital 1

Para Tony Li, CEO da Huawei Portugal, o compromisso com a educação e compromisso social “estão entre os principais pilares da nossa empresa”, pelo que, acrescenta o responsável, a Huawei “está extremamente orgulhosa de poder dar este contributo à sociedade com um projecto que encoraja o desenvolvimento de ambientes digitais seguros e responsáveis, beneficiando jovens, famílias e escolas em todo o país”.

Na opinião de Tony Li, “as crianças são o nosso futuro e, portanto, a boa formação e educação no ecossistema tecnológico são essenciais para o seu desenvolvimento.

Por sua vez, Diogo Madeira da Silva, Head of Public Affairs & Communication da Huawei Portugal, aponta não só a rota SmartBus, que levará a nossa sala de aula móvel a todo o território nacional, mas também o compromisso social a longo prazo de Huawei, e especificamente na educação e nas novas tecnologias. Recordando que o projeto SmartBus Huawei tem passado por vários países europeus desde o seu lançamento, Diogo Madeira da Silva frisa que estudantes, pais e educadores “vão ter a possibilidade de receber formação detalhada, através de um modelo didático e lúdico, para utilizar as TIC de maneira segura e responsável”. Basicamente, diz ainda, “é tudo uma questão de partilhar sem arriscar, procurando formar e informar de uma perspetiva positiva, o que ajuda a construir os jovens talentos de Portugal”.

Huawei faz a sua parte para a conscientização da segurança cibernética

De acordo com o relatório EU Kids Online 2020, mais de 80% das crianças entre os nove e os 16 anos utiliza um smartphone para aceder à Internet, enquanto 47% recorre a um PC ou laptop. Quanto a vivências no mundo virtual, importa salientar uma das conclusões deste estudo, nomeadamente o facto de mais de 20% das crianças entre os nove e os 14 anos ter reportado que sofreu más experiências na web, sendo que 44% dos inquiridos procuraram aconselhar-se junto de amigos e 37% falaram com os pais de situações que os deixaram incomodados, e apenas 7% falaram com professores sobre este tipo de situações. Porém, os resultados do relatório EU Kids Online 2020 evidenciam que as crianças e os jovens portugueses associam cada vez menos as situações de risco aos danos que podem decorrer delas.

SmartBus da Huawei percorre Portugal a promover educação e responsabilidade digital 2

A cibersegurança é um claro desafio para adultos e jovens, pelo que é importante que os adolescentes saibam usar as redes sociais com segurança e que os pais aprendam a utilizar a mesma tecnologia que seus filhos. Ou seja, a educação e a pedagogia são elementos essenciais para conhecer os riscos e as formas de protecção contra qualquer risco cibernético.

Com o projecto SmartBus, a Huawei procura contribuir para a educação dos mais jovens em Portugal, transmitindo os benefícios das TIC para aproveitar ao máximo e evitar os perigos que podem levar ao seu uso inadequado. A iniciativa, que estará activa até ao início do mês de dezembro e inclui uma conferência sobre o tema a levar a cabo na cidade do Porto e que fecha este roadshow nacional, alcançará entre quatro a cinco mil estudantes de duas dezenas de escolas, localizadas em cerca de 20 cidades de Norte a Sul do País.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!