Sindicato dos trabalhadores Google apresenta queixa sobre supostos abusos

“Not OK Google” é o Slogan do recém-formado Sindicato dos Trabalhadores da Alphabet que não perdeu tempo a enfrentar o gigante da tecnologia sobre supostos abusos laborais.

O recém-formado Sindicato dos Trabalhadores da Alphabet não perdeu tempo a enfrentar o gigante da tecnologia sobre supostos abusos laborais.

Segundo Informações da Bloomberg, o sindicato entrou com uma queixa no National Labor Relations Board onde acusa o parceiro do Google, Adecco, de silenciar ilegalmente trabalhadores contratados.

Sindicato dos trabalhadores Google apresenta queixa sobre supostos abusos 1

A gestão de um data center do Google na Carolina do Sul supostamente proibiu as equipas de discutir salários, a técnica Shannon Wait afirma que foi suspensa depois de ter publicado no Facebook que tinha entrado para o sindicato para lutar contra o tratamento inadequado de trabalhadores contratados.

Wait afirma que a gestão não apenas a suspendeu um dia após a publicação, mas a estava a investigar como um "risco à segurança".

Esta é a primeira queixa formal do Sindicato dos Trabalhadores da Alphabet e reflete a vontade do grupo em exigir mudanças. Em vez de pressionar por uma negociação coletiva, que não cobriria os trabalhadores contratados pela Adecco, o sindicato está a apostar em queixas e protestos para pressionar o Google a tratar de questões laborais.

Relacionado:  Smartwatch Fossil Gen 6 confirmado oficialmente o seu lançamento global a 30 de agosto

Sindicato dos trabalhadores Google apresenta queixa sobre supostos abusos 2

O tratamento dos trabalhadores subcontratados que em 2018 se tornaram a maioria da força de trabalho global da Alphabet, tem sido outro tema de controvérsia de longa data.

O engenheiro de software da Google, Parul Koul, presidente executivo do sindicato, afirmou que a experiência de Shannon Wait reflete um "duplo padrão" entre o tratamento dos colaboradores diretos da Alphabet e o pessoal contratado que trabalha lado a lado com eles. "Eles têm a responsabilidade de garantir que as pessoas que estão a fazer um trabalho realmente crítico para a empresa sejam tratadas de forma justa", disse.

 

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!