São 96 as falhas no Windows corrigidas pelo novo patch de segurança

A actualização também abordou problemas de spoofing e de cross-site scripting (XSS). A Microsoft considera o patch KB5009566 como uma actualização necessária para o Windows 11.

A Microsoft lançou duas actualizações para Windows 10 e Windows 11 na primeira Patch Tuesday de 2022, incluindo 96 falhas no Windows 10 e Exchange Server, Office, RDP, Encryption Services, e Microsoft Teams.

Os bugs EoP (elevação do privilégio) constituíram 42% das falhas de segurança corrigidas em Abril, seguidas de vulnerabilidades de execução remota de código (RCE) com uma quota de 30%. A actualização também abordou problemas de spoofing e de cross-site scripting (XSS).

São 96 as falhas no Windows corrigidas pelo novo patch de segurança 1

Windows 11

A Microsoft considera o patch KB5009566 como uma actualização necessária para o Windows 11. A actualização inclui actualizações de segurança, melhorias de desempenho, e correcções para vulnerabilidades conhecidas. A correcção também contém melhorias de qualidade para assegurar que os PCs dos utilizadores possam instalar as actualizações da Microsoft correctamente.

Windows 10

Não há grandes alterações à actualização do Windows 10 (KB5009585). O único destaque mencionado no aviso de suporte diz respeito às actualizações de segurança. Em Janeiro, nove das vulnerabilidades tinham uma classificação “crítica”, permitindo aos atacantes ou malware obterem acesso remoto a sistemas Windows vulneráveis sem necessitarem de assistência do utilizador.

Vai gostar de saber:  Bolt chega ao Petal Maps com uma integração perfeita

Patch Tuesday

A Microsoft lança uma actualização mensal de segurança, designada Patch Tuesday. É chamado assim porque acontece na segunda terça-feira de cada mês, daí “Patch Tuesday” Estas actualizações de segurança são para resolver falhas encontradas nos pacotes de software da Microsoft.

Atualizem ASAP

Muitas estirpes modernas de malware são concebidas para explorar vulnerabilidades em vez de visar sistemas operativos. Após uma grande actualização, os hackers lançam frequentemente malware pouco tempo depois, numa tentativa de aceder a sistemas não corrigidos e tirar partido da oportunidade antes dos utilizadores poderem instalar as atualizações.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!
Deixe um comentário