Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung vai apresentar em breve os Chipsets que vão alimentar a linha Galaxy S21

Como o Exynos 2100, o chipset Qualcomm Snapdragon 875 será fabricado pela Samsung Foundry usando o nó de processo de 5 nm. Pudemos ver o novo Chipset principal Snapdragon em dezembro durante o Snapdragon Summit.

Tanto o A14 Bionic quanto o Exynos 2100 serão fabricados usando o processo de 5 nm, o que significa que mais transistores caberão dentro de um mm quadrado, permitindo maior desempenho e menor consumo de energia. Como o Exynos 2100, o chipset Qualcomm Snapdragon 875 será fabricado pela Samsung Foundry usando o nó de processo de 5 nm. Pudemos ver o novo Chipset principal Snapdragon em dezembro durante o Snapdragon Summit.

A fonte também disse no seu tweet que o Exynos 2100 deveria ser "muito melhor" do que o Exynos 990. Tendo em conta que este último foi fabricado usando o processo EUV 7nm (EUV é uma técnica usada para marcar camadas com feixes ultravioleta muito finos permitindo mais transistores dentro de um Chipset) em comparação com o Exynos 2100 de 5 nm mais poderoso e eficiente em termos de energia, isso é quase certo.

O Exynos 2100 e o Snapdragon 875 serão encontrados em dispositivos de consumo no início do próximo ano. O A14 Bionic, que  a Apple já apresentou quando revelou o iPad Air de quarta geração no mês passado, pode estar nas mãos dos consumidores já este mês, pois o Chipset irá alimentar tanto o tablet mencionado acima quanto os modelos 2020 do iPhone, ambos com lançamento previsto para este mês.
Outro Chipset de 5nm fabricado pela TSMC este ano é o chipset Kirin 9000 da Huawei. O Chipset irá alimentar a linha Huawei Mate 40 e o modelo dobrável Huawei Mate X2. Porém, devido a uma mudança nas regulamentações de exportação dos Estados Unidos, a Huawei não pode receber mais encomendas desse Chipset pela fundição. A fabricante chinesa acumulou um stock de Chipsets Kirin 9000 que poderá usar até que o stock acabe.

Como se porta o Exynos 2100 comparado ao Snapdragon 875? Os dois chipsets de 5nm, como apontamos, serão fabricados pela Samsung, mas a habitual fonte de segredos da indústria do Twitter Ice Universe disse em agosto que, embora a Samsung tenha investido mais no Exynos 2100, o Snapdragon 875 será o Chipset superior (Salientamos que o Exynos 1000 é um nome apontado para o mesmo Chipset que estamos a chamar de Exynos 2100).

A Samsung está a mudar para AMD para a GPU no seu novo SoC, a Qualcomm está a estrear a série 7 para a GPU Adreno encontrada dentro do Snapdragon 875.

 

 

 

O Exynos 2100 SoC provavelmente fará a sua estreia na linha Samsung Galaxy S21 que provavelmente incluirá o Galaxy S21, Galaxy S21 + e o Galaxy S21 Ultra. Se a Samsung mantiver a tradição, o Exynos 2100 irá equipar a grande maioria dos modelos da série Galaxy S21; apenas aqueles nos EUA e China receberá a versão do telefone movida pelo Snapdragon 875.
No entanto, para o Galaxy S20 deste ano, a Samsung equipou todas as unidades, excepto na Europa, com o Snapdragon 865.
O Exynos 990 simplesmente não tinha as capacidades de desempenho que os executivos de gigante sul coreana esperavam.
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!