Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung pretende ser o fabricante Nº1 de sensores de imagem

O domínio da Samsung na indústria mobile sobre outros concorrentes, passa por conseguir ser o maior fabricante de chips no mercado. E a gigante Sul Coreana pisca o olho à Sony, ou antes ao lugar da Sony no topo dos maiores fabricantes de sensores de imagem. De acordo com o orgão de comunicação Etnews, a Samsung pretende duplicar a sua presente capacidade produção no sector de sensores de imagem, ainda antes de 2018.

Samsung pretende ser o fabricante Nº1 de sensores de imagem 1

Este artigo também revela que a Samsung pretende converter a sua linha 13, na fábrica em Hwasung de memórias DRAM para uma linha de produção de sensores de imagem. Isto tudo na segunda metade de 2018. Já no ano anterior foi dito que o mesmo aconteceu à linha 11, e que como agora foi terminada a conversão da linha 13 irá começar em breve.

 

Samsung pretende ser o fabricante Nº1 de sensores de imagem 2

 

Esta conversão vai resultar numa redução da capacidade de produção. A linha 13 seria capaz de produzir cerca de 100 mil DRAMS por mês. Mas os sensores de imagem só será capaz de produzir cerca de metade da produção de DRAMS. Uma fonte de dentro da indústria desmente estes números, dizendo que quando estiverem completas as conversões das linhas 11 e 13 a capacidade de produção andará por volta de 70 mil por mês. Actualmente essa capacidade da Samsung ronda os 45 mil, sendo que com estas duas novas linhas de produção a marca conseguirá cerca de uns 120 mil sensores Isocell por mês.

 

DRAM

 

Não é nenhuma surpresa que a Samsung está a tentar aumentar a produção de sensores Isocell, para uso em smartphones. Os analistas haviam previsto que o preço das memórias NAND e DRAM, irão cair no futuro próximo devido à capacidade de produção dos fabricantes chineses. Portanto agora seria a altura de apontarem as armas aos sensores de Isocell. Portanto aumentarem a produção dos sensores de imagem poderá ser uma excelente cartada, no sentido de evitarem qualquer perdas de lucro no sector das memórias.

 

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
Fonte etnews
Através de Gizmochina

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link