Samsung despede-se dos smartwatches Tizen: O fim de uma era

A Samsung irá descontinuar o suporte aos seus smartwatches Tizen, deixando de vender conteúdo a partir de Setembro 2024 e cessando downloads gratuitos em Maio 2025. A marca foca-se agora no Wear OS.

Fim de uma Era: Samsung diz adeus aos smartwatches Tizen

É um fenómeno comum no mundo da tecnologia que até mesmo os dispositivos mais amados eventualmente chegam ao fim de suas vidas. Parece que é a vez da Samsung, um grande player no espaço dos smartwatches, preparar-se para se despedir dos seus smartwatches alimentados por Tizen, marcando a conclusão de uma era que começou em 2018 com o Galaxy Watch original.

Samsung despede-se dos smartwatches Tizen: O fim de uma era 1

A Jornada do Tizen

A jornada começou com o Tizen, o sistema operativo proprietário da Samsung que muitos utilizadores consideraram superior ao Wear OS do Google na época. No entanto, com o Galaxy Watch 4 em 2021, a Samsung fez a mudança estratégica para o Wear OS, deixando efetivamente o Tizen para trás. Sim, desculpe Tizen, mas parece que a Samsung não está mais apaixonada por .

Samsung Tizen

O Pôr do Sol do Tizen

Agora, graças à reportagem do Android Authority e do utilizador do Reddit Seaweed_Maximum, temos uma imagem mais clara do cronograma para o pôr do sol do Tizen. Parece que a Samsung está gradualmente eliminando o suporte para Tizen na sua Galaxy Store.

A partir de 30 de setembro de 2024, a loja cessará as vendas de conteúdo pago para relógios Tizen, seguido pela descontinuação dos downloads gratuitos em 31 de maio de 2025. E, a partir de 30 de setembro de 2025, até mesmo os re-downloads da secção “Minhas Aplicações” serão impossíveis, fechando efetivamente a porta ao acesso a novos ou existentes conteúdos do Tizen. Parece que é um adeus definitivo, Tizen.

Vai gostar de saber:  Google Maps introduz mudança na interface para facilitar uso

Os Serviços Núcleo do Tizen

A Samsung também indicou que os “serviços núcleo” para relógios Tizen serão descontinuados após maio de 2025, embora a Galaxy Store em si permaneça operacional. Este cronograma de término aplica-se a todos os smartwatches Samsung Gear e aos smartwatches Tizen da linha Galaxy, incluindo o Galaxy Watch, Galaxy Watch 3, Galaxy Watch Active e Galaxy Watch Active 2.

Enquanto esta notícia pode entristecer os proprietários dos Galaxy Watches mais antigos, é importante lembrar que a funcionalidade principal desses dispositivos continuará por pelo menos mais um ano, com acesso à Galaxy Store persistindo ainda mais. O último smartwatch alimentado por Tizen, o Galaxy Watch 3, foi lançado em 2020, por isso muitos utilizadores podem já estar considerando uma atualização.

Um novo começo

O fim de uma era é sempre agridoce, mas também abre caminho para novos começos. À medida que a Samsung muda o seu foco totalmente para o Wear OS, podemos antecipar avanços significativos no futuro da sua linha de smartwatches. Por enquanto, os utilizadores do Tizen podem apreciar o tempo restante com seus dispositivos amados e talvez começar a explorar o mundo do Wear OS em preparação para uma eventual atualização.

Então, é aqui que dizemos adeus ao Tizen e saudamos o Wear OS. Como sempre, haverá aqueles que resistirão à mudança, agarrando-se aos seus amados relógios Tizen até o último momento. Mas no mundo da tecnologia, a mudança é a única constante.

Para continuar a acompanhar as novidades no mundo da tecnologia, continue a visitar o AndroidGeek, a sua fonte para tudo o que envolve tecnologia. Afinal, quem mais lhe traria notícias com um toque de humor e uma pitada de sarcasmo?

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!