Android Geek
O maior site de Android em Português

Sabes o que são wakelocks? e como eles afectam a bateria do teu Android?

 

Provavelmente já aconteceu de, ao te deitares, deixares o telefone com pouco mais de 50% de bateria e simplesmente quando acordas estás sem bateria. Embora haja causas para essa situação (como deixar uma aplicação aberta por acidente), um dos principais responsáveis por isso é um sistema conhecido como “wakelocks”.

Esse termo define os mecanismos de gestão de energia que asseguram que o Android não entre em estado de repouso profundo. Essa tecnologia existe justamente para assegurar que aplicações tenham acesso rápido a recursos do sistema, algo de que na realidade não precisas quando estás a dormir.

Embora normalmente wakelocks não consumam uma grande quantidade de energia, eles podem-se comportar de maneira estranha e acabar com a carga do teu telefone sem qualquer aviso. Geralmente, essa situação acontece devido a aplicações mal programadas (o Facebook e seu Messenger são casos bem conhecidos dessa categoria) ou à acção de malwares que agem de forma a prejudicar o aparelho.

O consumo excessivo de bateria normalmente está ligado a requisições constantes de informações presentes na internet e a actualizações que fazem uma aplicação usar recursos de forma estranha. Isso faz com que a CPU de um gadget nunca entre em estado de repouso, algo que nem sempre é muito claro para o utilizador.

 

Como evitar problemas

Caso estejas a ter problemas e acreditas que eles possam estar relacionados a wakelocks, é possível resolver a situação com o auxílio de alguns programas específicos. No caso, vamos usar como exemplo o Wakelock Detector, mas podes optar por qualquer um entre os vários softwares deste tipo disponíveis na Google Play Store.

 

 

Após descobrir qual é a aplicação que está a causar problemas, podes tomar uma série de medidas. Além de simplesmente desinstalar o software, é possível usar o Greenify, software que força o programa em questão a entrar em modo de hibernação no momento em que ele não está a ser usado.

 

 

Embora a função funcione em aparelhos Android sem root, ela mostra-se mais eficiente em gadgets que foram modificados de alguma forma. Vale a pena lembrar que, embora a aplicação seja gratuita, é preciso pagar pela sua versão Premium para forçar aplicações de sistema a entrarem em repouso.

 

 

 

 

 

Fonte: Tecmundo & PhoneArena

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link