Android Geek
O maior site de Android em Português

Sabem o que é uma câmara TOF e para que serve?

Os produtos com câmaras de tempo de vôo para aplicações disponiveis ao consumidor começaram a surgir por volta de 2000, à medida que os processos de semicondutores se tornaram rápidos o suficiente para tais dispositivos. Os sistemas cobrem intervalos de alguns centímetros até vários Kms.

Uma câmera de tempo de voo (câmara ToF) é um sistema de câmara de imagens de alcance que emprega técnicas de tempo de voo para determinar a distância entre a câmera e o assunto para cada ponto da imagem, medindo o tempo de ida e volta de um sinal de luz fornecido por um laser ou um LED. As câmaras de tempo de vôo baseadas em laser fazem parte de uma classe mais ampla de LIDARs sem scan, na qual todos os elementos da cena são registados em cada pulso de laser, ao contrário de ponto a ponto com um feixe de laser, como nos sistemas LIDAR de varredura.

Os produtos com câmaras de tempo de vôo para aplicações disponiveis ao consumidor começaram a surgir por volta de 2000, à medida que os processos de semicondutores se tornaram rápidos o suficiente para tais dispositivos. Os sistemas cobrem intervalos de alguns centímetros até vários Kms. A resolução da distância é de cerca de 1 cm. A resolução espacial das câmaras de tempo de voo é geralmente baixa em comparação com câmeras de vídeo 2D padrão.

Esta tecnologia deve chegar a mais nossos smartphones ainda este ano. A tecnologia é diferente dos kits de leitura de rosto de luz estruturada 3D na frente de telefones como o iPhone XS ou Mate 20 Pro na medida em que pode mapear uma sala inteira cheia de objetos. É diferente do que os esforços de AR móvel como o Pokemon Go, conseguiram até agora.

Já existem telefones no mercado com um sensor traseiro ToF, o Oppo R17 Pro e o Vivo de ecrã duplo Vivo NEX. O TrueDepth é a configuração da câmara nos iPhones e usa 30.000 pontos para desenvolver a matriz de face 3D, enquanto as câmaras ToF no Oppo e Vivo usam um sensor e um kit de luz auxiliar que pode detectar e mapear até 300.000 pontos a uma distância de cerca de três metros.
O sensor Time-of-Flight da Infineon / PMD já está disponível em telefones e tem melhor desempenho, tamanho menor e consumo de energia mais suave que o conjunto TrueDepth, por isso não é difícil imaginar a Apple a usar essa tecnologia para uma detecção 3D na traseira câmara, embora seja dito vá escolher a Sony para o sensor real.

A parte interessante é que os alemães da PMD fornecem a tecnologia de câmaras ToF para a Vivo e a Oppo recentemente gabaram-se de abrir novos escritórios na China e em Seul. Isso significa que vamos ver o S10 5G usar o mesmo fornecedor de câmaras ToF?

O sensor de câmara ToF da Samsung pode estrear com o modelo Galaxy S10 mais elaborado no evento em fevereiro, mas na verdade pode chegar até a série A de média gama. A Apple também deverá equipar os iPhones 2019 com um sensor traseiro sensível a 3D para propósitos de AR / VR, para que as lutas de câmaras TOF possam começar oficialmente este ano.

O que uma câmara ToF com sensor 3D pode fazer?

 

Em perspectiva, pode ajudar na navegação por gestos e criar experiências de realidade aumentada (AR), como experimentar roupas novas no domínio virtual ou até mesmo colocar móveis virtuais da IKEA em casa em tempo real.

Realidade mista

Em teoria, os sensores ToF permitem que o utilizador mude de roupa digitalmente, jogue jogos de realidade aumentada, e gesticule como um louco enquanto joga tênis estilo Kinect contra os seus amigos.

Na realidade, as actuais câmaras ToF em telefones da Vivo ou da Oppo precisam de softwares e aplicações mais especializadas que os aproveitem, o que, esperamos, será massificado quando empresas como a Samsung e a Apple incluírem sensores de tempo de voo nas suas principais câmaras.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais