Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise Huawei P30 Pro, 3 meses depois: O melhor smartphone que já usei

2019 não tem sido diferente a esse respeito:

A Huawei está cada vez mais forte no segmento de smartphones e isso ganhou outra dimensão nos últimos dois anos. O P10 e Mate 10 apresentaram mudanças-chave do ponto de vista de hardware e software, a Huawei conseguiu melhorar essa fórmula com os equipamentos do ano passado P20 e Mate 20, oferecendo dois dos melhores telefones de 2018.

2019 não tem sido diferente a esse respeito: o P30 Pro baseia-se no P20 Pro e oferece um padrão gradiente ainda mais atraente, e uma lente de zoom totalmente nova que faz zoom sem perdas 5x. Há também um entalhe menor, um chipset Kirin 980 de 7nm no seu interior, bateria de 4200mAh com carregamento com fio de 40W e carregamento sem fio de 15W.

O ímpeto da Huawei nesta categoria, no entanto, deparou-se com dificuldades  graças à proibição de comércio dos EUA. A fabricante está a ser usada como moeda de troca nas negociações comerciais, e não há como dizer quando as coisas voltarão a estar a 100% para Huawei. Bem, neste momento estão  o mais normal possível neste clima politicamente tendo, com as pressões entre os EUA e a China a chegar quase a um ponto de ruptura.

Neste artigo vou focar-me apenas no dispositivo, porque depois de usar o P30 Pro por três meses, estou convencido de que é o melhor smartphone do mercado hoje.

Huawei P30: É tudo bom!

O melhor telefone de 2019. Com um design requintado apoiado por uma das melhores câmaras da actualidade, o P30 Pro é o telefone de topo em 2019. A câmara principal de 40MP tira fotos incríveis, mas é a lente zoom que torna o telefone particularmente atraente: não há outros dispositivos que tirem fotos tão detalhadas com zoom de 5x. A EMUI já não é um fator limitante, a duração da bateria é excelente e o hardware é de alto nível. Juntamos tudo isto e temos o limiar da perfeição.

Huawei P30 Pro o Design é de topo

Vamos começar com o design, porque o P30 Pro tem um dos melhores padrões de gradiente disponíveis hoje. A mudança de cores não é tão pronunciada quanto alguns dos outros equipamentos que vimos este ano, mas é impressionante. A opção de cor Crystal Breathing é deslumbrante mas para o meu gosto estou bem servido com a unidade de cor negra. A estética geral do design está de acordo com o Mate 20 Pro, mas o ecrã é mais alto e é mais estreito: é como se a Huawei esticasse o painel do Mate 20 Pro.

Existem curvas simétricas na parte frontal e traseira, onde os painéis de vidro se encontram com a moldura , e o ecrã mais estreito facilita o uso do telefone com uma mão. Há um pequeno recorte gota de água na parte da frente que abriga o módulo da câmara, isto siginifica que a Huawei abdicou aqui da segurança adicional do reconhecimento facila por IR do Mate 20 Pro para reconhecimento facial. O telefone também não possui uma entrada de fone de ouvido e, em vez disso, usa a tecnologia de ecrã acústico para projetar o som do ecrã.

Após três meses de chamadas, posso dizer com confiança que o recurso funciona tão bem quanto uma coluna normal. Há um único alto-falante na parte inferior e é impressionantemente alto e detalhado. Na frente temos um painel OLED de 6,47 polegadas que é fantástico. O ecrã é FHD + e não QHD + como o Pixel 3 XL ou o Galaxy S10 +, e embora não seja tão bom quanto o excelente ecrã AMOLED da Samsung S10 +, fica em segundo lugar. A precisão da cor é perfeita e a visibilidade da luz solar é excelente - não tive problemas com o ecrã sob luz solar intensa. E um efeito indireto de usar um ecrã FHD + é a vida da bateria melhorada, uma área onde o P30 Pro se destaca.

A EMUI está finalmente estável e renovada, uma mudança bem-vinda para a Huawei.

O Huawei P30 Pro usa a mesma plataforma Kirin 980 que o Mate 20 Pro. A Huawei foi a primeira a lançar um chipset no nó de 7nm, e o Kirin 980 é tão rápido quanto o Snapdragon 855. O hardware em si é tremendo, não tive nenhum problema nestes três meses. Confiem em mim, sou um Heavy User.

A qualidade do sinal Wi-Fi e rede móvel é excelente, não houve nenhum caso em que o P30 Pro me deixasse desiludido.

Dito isto, foi o software a maior surpresa. Pela primeira vez num telefone Huawei, não encontrei nenhum problema com a EMUI, e esta é uma novidade bem-vinda. A EMUI está muito mais polida e o facto de ter uma gaveta de aplicações significa que não há necessidade de instalar um Launcher personalizado no dispositivo. O sensor de impressões digitais no ecrã é bom - assim como o desbloqueio facial - e, em geral, a EMUI está muito mais refinada e estável em comparação aos anos anteriores.  A vida da bateria tem sido um ponto forte para a Huawei há alguns anos, e o P30 Pro não é diferente. O telefone oferece a melhor duração de bateria de qualquer FlagShip  no mercado hoje, superando facilmente o Galaxy S10 + e o Pixel 3 XL. A célula de 4200mAh oferece dois dias de uso intensivo, e o carregamento com fio de 40W também é melhor do que o que o Google e a Samsung apresentam.

Neste momento, não há outro telefone que ofereça a mesma vida útil da bateria.

Há também 15W de carregamento sem fio, e como o Mate 20 Pro, o P30 Pro carrega outros dispositivos sem fio. Eu não usei muito o carregamento reverso sem fio, mas o carregamento sem fio rápido é uma maravilha. O carregador com fio de 40W leva pouco mais de uma hora para carregar totalmente a bateria, e combinando isso com a vida de bateria já de topo têm um dispositivo notável. O P30 Pro é ótimo , e usar um telefone com uma câmara fantástica com grande autonomia de bateria é fantástico. A câmara do P30 Pro é a melhor, ainda que a câmara do Galaxy S10 +, venha logo a seguir.

O P30 Pro possui um arranjo de câmara interessante na parte de trás, com três sensores principais unidos por um módulo de tempo de vôo. O módulo primário de 40MP é acompanhado por uma lente grande angular de 20MP e uma lente zoom de 8MP com zoom óptico de 5x e zoom híbrido de 10x. O módulo de zoom, em particular, é muito interessante, pois usa uma lente de periscópio que fica dentro da estrutura, com um espelho que reflecte a luz de um ângulo de 90 graus. A lente zoom é o novo recurso de eleição, o sensor de 40MP também foi reconfigurado: agora usa um filtro de cores RYYB - em vez do padrão RGB - para permitir mais entrada de luz. O resultado é muito melhores em fotos em pouca luz, o P30 Pro supera o Pixel 3 XL a este respeito. A Huawei colocou um foco importante na câmara, é óbvio que o telefone pode tirar ótimas fotos em todas as condições de iluminação. Mas o facto de conseguir tirar fotos de uma lua cheia com zoom de 25x e conseguir fotos boas ​​é incrível. Nenhum outro telefone hoje é capaz de fazer isso. O P30 Pro também oferece resultados fantásticos com pouca luz, e imagens cheias de detalhes.

Huawei P30 Pro o que não está bem

O P30 Pro está na frente em muitas áreas, mas nem tudo é perfeito. A primeira é a câmara frontal: o P30 Pro não tem uma câmara frontal tão boa quanto o Pixel 3 XL. É claro que o Pixel 3 XL tem duas câmaras na frente e usa os recursos de fotografia computacional do Google para conseguir ótimas fotos, mas considerando o quanto o P30 Pro é bom em outras áreas, a câmara selfie poderia ter mantido o nível.

Depois, há o facto de que o telefone tem um único alto-falante. Isto significa que usar o equipamento em alta voz não vai ter som stereo. Finalmente, os problemas da Huawei com o governo dos EUA significam que há alguma preocupação á volta de actualizações de software. Pela sua vez, a Huawei comprometeu-se a garantir actualizações de plataforma e segurança atempadas ao dispositivo.

Huawei P30 Pro Três meses depois

Três meses depois de começar a usar o P30 Pro, ainda estou impressionado com a qualidade deste dispositivo. Já usei alguns telefones neste período, mas continuo a voltar ao P30 Pro por causa daquela configuração de câmara na parte de trás que é absolutamente extraordinária. O P30 Pro faz um ótimo trabalho em qualquer condição de iluminação, e é sem dúvida o melhor em condições de pouca luz. A lente zoom, em particular, é a mais incrível para mim: já tirei inúmeras com zoom de 5x e até 10x, e os resultados são sempre bons. Eu sei que as baterias não são algo que seja excitante de falar, mas quando temos uma bateria de 4200mAh que oferece dois dias de uso é espectacular.

O único rival digno do Huawei P30 Pro é o Galaxy S10 + e ambos são dispositivos fantásticos.

Podem ler a nossa análise completa ao Huawei P30 Pro neste link.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais