Realme é a marca que mais cresceu na China no Q1 de 2021

‎Acima de tudo, a Realme, que ficou apenas em 7º lugar, foi a marca que mais cresceu no primeiro trimestre de 2021. As vendas da empresa aumentaram em 451% yoY (ano a ano) e 82% QoQ (trimestre a trimestre).‎

‎O mercado de smartphones da China está a passar por mudanças desde que a Huawei sofreu as sanções dos EUA. No início, a participação de mercado da gigante de telecomunicações cresceu devido ao aumento do patriotismo. No entanto, sem acesso a fornecedores cruciais, a participação da empresa começou a cair gradualmente. Além disso, para sobreviver, teve que vender a sua submarca Honor. Agora, o mercado é liderado pela OPPO e pela Vivo, mas a marca que mais cresce é mesmo a Realme.‎

‎De acordo com a ‎‎Counterpoint Research,‎‎o mercado de smartphones da China cresceu 5% no primeiro trimestre de 2021. No entanto, apesar disso, as vendas dos smartphones dos líderes atuais, cresceram QoQ (trimestre a trimestre) em dois dígitos devido à queda da Huawei e da ‎Honor‎.‎

‎Acima de tudo, a Realme, que ficou apenas em 7º lugar, foi a marca que mais cresceu no primeiro trimestre de 2021. As vendas da empresa aumentaram em 451% yoY (ano a ano) e 82% QoQ (trimestre a trimestre).‎

‎O analista Yang Wang, da Counterpoint, diz que o sucesso da Realme está na sua estratégia de marketing eficaz. Os produtos da marca são direcionados para clientes Gen Z mais preocupados com os preços, e que preferem recursos premium para redes sociais, fotografia e jogos. Uma melhor compreensão dos seus clientes ajudou a Realme a tornar-se na marca mais rápida a atingir 50 milhões de envios, no ano passado.

Relacionado:  A Samsung, assim como a rival TSMC, enfrenta um atraso no lançamento de Chipsets de 3nm

‎De acordo com o Counterpoint, os telefones mais vendidos da Realme na China nos últimos 12 meses foram as suas séries Q2, V3, V5 e V15. Estes equipamentos custam entre US$ 150 e US$ 250. Devido ao sucesso destes, bem como de smartphones similares, com suporte para redes 5G,‎‎ o preço médio do mercado de smartphones da China poderá cair abaixo dos US $ 200 ou até US $ 150 nos próximos trimestres.‎

Realme é a marca que mais cresceu na China no Q1 de 2021 1

O analista menciona que os segmentos de gama média e gama baixa, serão um "campo de batalha chave" nos próximos trimestres. Como a Realme já vende muitos dispositivos neste segmento de preço ($100-$500), ela tem uma clara vantagem competitiva.‎

‎No que diz respeito aos principais rivais, Oppo e Vivo centradas em vendas offline estão a lutar para reivindicar a coroa. considerando que a Xiaomi, centrada em vendas online, ocupa o terceiro lugar. Por fim, o desempenho de todas as marcas no restante de 2021 irá depender da gestão da cadeia de fornecedores, à medida que a escassez global de semicondutores continua a piorar.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!