Android Geek
O maior site de Android em Português

Ranking de Smart TV's para o primeiro trimestre de 2019, com resultados surpreendentes

Segundo a informação, o número de equipamentos expedidos globais de TV’s no primeiro trimestre de 2019 foi de 49,87 milhões de unidades, um decréscimo de 24,6% trimestre no trimestre e um aumento anual de 0,5% (YoY).

 

A TrendForce lançou a informação de remessas de marcas de TV's globais de 2019, especificamente para o primeiro trimestre (1T) 2019. Segundo a informação, o número de equipamentos expedidos globais de TV's no primeiro trimestre de 2019 foi de 49,87 milhões de unidades, um decréscimo de 24,6% trimestre no trimestre e um aumento anual de 0,5% (YoY).

Em termos de envios, com excepção do primeiro e segundo lugar ocupados pelas marcas sul-coreanas LG e Samsung, do terceiro ao sexto nome são marcas chinesas. Isso mostra que as marcas chinesas podem usar a sua vantagem de preço económicos, para aumentarem activamente as suas participações de mercado.Série Cityline do TCL

A Samsung é a marca de TV número um em todo o mundo, com um envio estimado de 9,42 milhões de unidades no primeiro trimestre. Mas a participação de mercado da Samsung continua a diminuir, com uma queda de 21,2% e 5,8% no trimestre e no anual, respectivamente. Os envios do primeiro trimestre da LG Electronics caiu 22,6%, enquanto que anualmente caiu 7,1% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Xiaomi Mural TV 01
A Mural TV da Xiaomi é como a Wallpaper TV da LG!

De todas as 5 principais marcas, a TCL é a única que conseguiu um resultado positivo no primeiro trimestre. A empresa vendeu cerca de 5,69 milhões de smart TV's no primeiro trimestre deste ano, diminuindo efectivamente a diferença com a segunda colocada LG Electronics para menos de 1 milhão de unidades. Os envios da empresa cresceram 43,1% em termos homólogos e 9% em relação ao trimestre anterior.

As marcas de TV tradicionais chinesas Hisense e Skyworth venderam 3,03 milhões e 2,35 milhões de unidades no primeiro trimestre, ficando em quarto e sexto, respectivamente. A Xiaomi está no quinto lugar com uma estimativa de envios de 2,85 milhões de unidades no primeiro trimestre. É preciso notar que os equipamentos expedidos da Xiaomi cresceram 93,9%, mas caíram 9% em relação ao trimestre anterior.

De acordo com a informação, diferente das marcas de TV tradicionais chinesas para aprofundar a cadeia de fornecimento para reduzir custos, a Xiaomi foca-se apenas no desenvolvimento de produtos, canais de vendas e modelo de negócios dos fãs da Xiaomi, e entrega a produção a terceiros para reduzir a carga de operação e custo. Embora a Xiaomi tenha conseguido abrir um novo modelo de negócios com o ecossistema da Internet, no ano passado, os parceiros de fundição da Xiaomi usaram principalmente a TCL. Este ano, reforçou a cooperação OEM com a BOE para o fornecimento de painéis de TV.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais