Qualcomm e surpreendente Unisoc, crescem no mercado de chipsets

Apesar das restrições contínuas do setor, o mercado de chipsets para smartphones cresceu 5% no quarto trimestre de 2021 em comparação com o quarto trimestre de 2020.

Depois de passar anos no limbo, a MediaTek fez um retorno impressionante no ano passado. A empresa conseguiu superar a Qualcomm e tornar-se o principal fornecedor mundial de chips. Isso foi especialmente verdadeiro à luz do sucesso da linha Dimensity da MediaTek, o que levou várias marcas a abandonar a Qualcomm em favor da MediaTek. Isso pode, no entanto, mudar este ano. De acordo com o último relatório da Counterpoint Research, a empresa taiwanesa perdeu participação de mercado, enquanto que a Qualcomm se aproxima. A escassez de componentes e as mudanças nas procuras mudaram o mercado, e vimos as marcas perderem participação de mercado como resultado.

Apesar das restrições contínuas do setor, o mercado de chipsets para smartphones cresceu 5% no quarto trimestre de 2021 em comparação com o quarto trimestre de 2020. Apesar de uma queda na participação de mercado de 37% para 33%, a MediaTek continua a ser a líder de mercado. Os fornecedores de smartphones estão fazer stock de unidades extras como precaução contra a escassez de chips, de acordo com os analistas. No entanto, a oferta era estável o suficiente, e eles tinham mais do que precisavam,  assim as remessas no quarto trimestre foram reduzidas.

Qualcomm e surpreendente Unisoc, crescem no mercado de chipsets 1

A receita da MediaTek, sem dúvida, aumentará como resultado do novo SoC Dimensity 9000 e do aumento da procura por telefones 5G. De acordo com relatórios, a TSMC aumentou recentemente os seus preços, e o impacto nos preços dos chipsets já começou a ser sentido. Apesar disso, espera-se que a MediaTek tenha um ano muito bom em 2022. A Qualcomm teve um trimestre forte, aumentando a sua participação de mercado para 30%. Apesar do fato de que suas fundições parceiras não conseguiram fornecer tantos chips.

Quando se trata de participação de mercado no 5G, a empresa continua sendo incomparável. A empresa agora possui 76 por cento das ações, acima dos 63 por cento em 2020. A alta procura por modelos de iPhone 12 e iPhone 13 foi a força motriz por trás disso. Ambos usam modems Qualcomm além dos chips Apple. As vendas da empresa aumentaram como resultado das fortes vendas de flagships Android.

Qualcomm e surpreendente Unisoc, crescem no mercado de chipsets 2

Os chips Exynos da Samsung estavam em terceiro lugar até recentemente, mas em 2020, eles tinham superado os chips da Apple. A Unisoc é um recém-chegado surpreendente. Em um ano, a empresa cresceu 11% e dobrou a sua participação de mercado. Como afirmamos anteriormente, a Unisoc está prestes a tornar-se um conhecido fabricante de chips. Os seus chips já podem ser encontrados em smartphones da Honor, Realme, Motorola, ZTEe até Samsung. O Realme C35 e o Nokia G11, por exemplo, foram lançados este mês.

A HiSilicon, por outro lado, está a ser bastante atingida. De acordo com a análise, o stock de chips está quase esgotado e a fabricação de novos provou ser muito difícil atualmente. A Huawei foi forçada a mudar para os chips Qualcomm, que têm um limite 4G.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!