Android Geek
O maior site de Android em Português

Qualcomm chega a acordo com comissão de trabalhadores e paga indemnização milionária

Aquela que é a maior fabricante mundial de SOC's para smartphones, a Qualcomm, chegou a acordo com a comissão de trabalhadores da empresa e irá pagar uma indemnização de 19,5 milhões de dólares, devido a uma ação promovida pela comissão, onde esta invoca discriminação de género por parte da empresa. O acordo foi alcançado ainda antes de a ação ser iniciada nos tribunais.

Na empresa, menos de 15% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres e, segundo os responsáveis pela ação, em áreas como tecnologia, engenharia e ciência, as mulheres ganham menos do que colegas do sexo masculino que desempenham exatamente as mesmas funções. Mulheres com filhos também são discriminadas em termos de salários e promoções. Segundo os mesmos, a política de promoção da Qualcomm é discriminatória porque baseia-se num modelo de patrocínio em que os gerentes (na sua maioria homens) devem escolher quem querem promover.

Além disso, o trabalho extraordinário é visto como um ponto positivo na hora de conquistar novas posições na empresa, o que complica a vida aos funcionários do sexo feminino com filhos.
Num comunicado enviado à agência The Associated Press, a Qualcomm disse que tinha "defesas fortes" para as reivindicações do processo, mas prefere concentrar-se em continuar a fazer melhorias significativas, e em programas e processos internos que impulsionam a igualdade. "A equidade interna e uma força de trabalho diversa e inclusiva que são valores que partilhamos e abraçamos", afirma a empresa.

Qualcomm.jpg

Além da indemnização, a Qualcomm afirmou que vai garantir que trabalhadores do sexo feminino desfrutem de oportunidades de emprego iguais. A empresa também vai contar com consultores independentes especialistas em psicologia do trabalho para sugerir reformas na empresa.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais