Qualcomm anuncia planos para impulsionar o mercado do Wear OS

A Samsung se está a preparar-se para lançar a próxima série de wearables com o Galaxy Watch 4, com o novo software do Google, inspirado no Wear OS, e possivelmente um SoC desenvolvido pela própria marca coreana.

Samsung e Google estão a viver um romance que não parece ter fim á vista, a Qualcomm parece estar com alguns ciúmes e parece querer juntar-se á festa. A Samsung se está a preparar-se para lançar a próxima série de wearables com o Galaxy Watch 4, com o novo software do Google, inspirado no Wear OS, e possivelmente um SoC desenvolvido pela própria marca coreana. A Qualcomm não fica a ver os comboios e reafirmou o seu compromisso contínuo com a plataforma Snapdragon Wear.

Qualcomm anuncia planos para impulsionar o mercado do Wear OS 1

Além de anunciar que novos processadores Snapdragon Wear estão a caminho ainda este ano, a Qualcomm também anunciou o Acelerador de ecossistema Wearable. No press release, vemos que o programa reúne um conglomerado de diferentes empresas com foco no futuro dos wearables. Dada a popularidade crescente dos smartwatches, faz sentido para a Qualcomm meter mãos á obra e agir.

Embora a Qualcomm não tenha anunciado abertamente um novo processador, há esperança de que este novo Acelerador de ecossistema Wearable traga melhores opções no mercado de smartwatch Android. Não é segredo que os melhores smartwatches Android usam o chipset Qualcomm Snapdragon Wear 4100.

O nosso objetivo é ser um veículo na indústria onde os membros do ecossistema colaborem para oferecer experiências Wearable diferenciadas e trazer nova energia e inovação neste espaço empolgante.

Era esperado que muitos fabricantes de smartwatches apostassem no Wear 4100, mas apenas o TicWatch aceitou a oferta da Qualcomm. A Qualcomm não conseguiu marcar o seu espaço no Wear OS, onde afirma que que cerca de 40 milhões de "unidades" foram vendidas desde 2016. Para colocar isso em perspetiva , segundo a CounterPoint Research a Apple vendeu 12,9 milhões de unidades do Watch 6 e Watch SE apenas no quarto trimestre de 2020.

Relacionado:  Novas otimizações de jogos lançadas para a série Huawei P30 (HarmonyOS 2 beta)

Com o Wearable Ecosystem Accelerator instalado, a Qualcomm juntou-se a mais de 60 empresas diferentes num esforço para desenhar o futurodos  wearables que não são da Apple. As empresas neste projeto incluem gigantes como Fossil Group, BBK Electronics (controladora da Oppo e OnePlus), Verizon, Vodafone e muitas outras. A Qualcomm também realizará o primeiro "Qualcomm Wearables Ecosystem Summit" ainda este ano, e potencialmente irá aproveitar para trazer algumas novas ideias para o mercado.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!
Deixe um comentário