Android Geek
O maior site de Android em Português

Oppo diz que vai revelar o seu próprio telefone dobrável em fevereiro

Os telefones dobráveis vão ser uma realidade e a fabricante chinesa de smartphones, Oppo, é a mais recente a participar na disputa. Um gestor de produto da empresa confirmou  ao site de tecnologia holandesa Tweakers que a Oppo vai trazer um smartphone dobrável para o Mobile World Congress em fevereiro de 2019.


Os telefones dobráveis vão ser uma realidade e a fabricante chinesa de smartphones, Oppo, é a mais recente a participar na disputa. Um gestor de produto da empresa confirmou  ao site de tecnologia holandesa Tweakers que a Oppo vai trazer um smartphone dobrável para o Mobile World Congress em fevereiro de 2019.

Oppo

Oppo com um smartphone dobrável vai ser uma realidade


Nenhum detalhe foi fornecido sobre as especificações ou até mesmo uma data de lançamento, por isso é muito possível que este seja apenas um protótipo e não esteja pronto para venda. Mas sabemos que a Oppo está interessada nesta área. A empresa patenteou uma série de projetos para um telefone dobrável nos últimos anos, onde inclui um dispositivo que se dobra duas vezes para triplicar o tamanho do seu ecrã.

A Oppo vai juntar-se a uma série de fabricantes de smartphones que decidiram que os ecrãs dobráveis ​​são a próxima grande novidade em dispositivos móveis. A Samsung já mostrou sua primeira versão com um ecrã Infinity Flex (supostamente irá estar disponível para venda em março de 2019 por um preço surpreendente). A Huawei está igualmente a pensar em lançar o seu próprio telefone dobrável. Bem como a Lenovo e a Xiaomi que têm aos poucos vindo a provocar os fãs com possíveis protótipos e ideias. É importante realçar que a Google igualmente já aprovou, e vai apostar nesta próxima onda de dispositivos dobráveis ​​com suporte oficial no Android.

Google incentiva equipamentos dobráveis para o Android

Sejam os smartphones dobráveis ou não, uma nova tendência que poderá vir a ser legítima, ou é apenas mais um flash de novidades tecnológicas. Mas para as empresas que disputam a atenção na indústria móvel, a oportunidade de entrar na onda é boa demais para deixar passar.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais