Android Geek
O maior site de Android em Português

OnePlus 2 com desempenho reduzido por medo de sobre aquecimento

OnePlus 2 com desempenho reduzido por medo de sobre aquecimento 

Conforme tem sido veiculado, o novo Snapdragon 810 já causou alguns embaraços por ter facilidade em sobreaquecer. E desta forma pôr em causa o desempenho e restantes componentes do equipamento que integra. A OnePlus parece ter noção desta particularidade do CPU e como provavelmente seria tarde de mais para escolher outra opção, tomaram uma decisão.. no mínimo polémica.

 

De forma a minimizar as hipóteses de sobrequecimento do chipset mais recente da Qualcomm, a OnePlus terá de alguma forma limitado o desempenho do Snapdragon 810.

Num leak de benchmark, usando o hardware do possível sucessor do One como base, o desempenho do conjunto formado pelo processador e placa gráfica aparece com resultados muito pouco impressionantes quando comparados aos demais modelos que já utilizam o componente, aparentemente limitando a utilização de cada um dos oito núcleos do CPU, a fim de eliminar a possibilidade do aparelho apresentar temperaturas elevadas durante o uso.

 

A pontuação em benchmark revela um desempenho reduzido do Qualcomm Snapdragon 810 presente no OnePlus 2.

A performance ficou abaixo até mesmo do antecessor do modelo, o One, que conta com o Snapdragon 801.

 

 

Já foi divulgado também que o OnePlus usaria a versão 2.1 do Qualcomm Snapdragon 810. Esta versão conta com ajustes específicos de forma a controlar o calor emitido pela sua  estrutura, temos como maus exemplos o HTC One M9, apresentando altas temperaturas já no primeiro dia de testes públicos, ainda em Barcelona, onde a Mobile World Congress (MWC) foi realizada. Foram necessárias actualizações para reduzir o processamento da parte interna , para minimizar o problema..

Podemos portanto concluir que a versão 2.1 do Snapdragon 810 não resolve integralmente os problemas no mais novo da Qualcomm,sendo necessário diminuir a capacidade de processamento máxima de forma a atenuar a situação.

 

 

Está ainda pensado um  revestimento de gel térmico no interior do futuro flagship a fim de auxiliar na supressão do calor. Isto significa que a empresa teria que gastar um valor adicional na produção de cada unidade do gadget, tudo isto por causa do Snapdragon 810. Este componente é visto como um Titanic da tecnologia móvel

Em testes preliminares de benchmark o OnePlus2 perde até para o seu antecessor e pode ser comparado ao Snapdragon 801 após as modificações para restringir o processamento.

Este modelo já foi chamado de  “flagship killer”, mas parece-nos que apresenta mais possibilidades suicidas do que propriamente assassinas. Há no entanto possibilidades do gel térmico vir a permitir o poder total do componente.

EM Português comum, pode chamar-se a isto “Um tiro no pé!”

 

Fonte

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link