Android Geek
O maior site de Android em Português

O Galaxy S10 está a ajudar a Samsung a triplicar sua presença no mercado na China

Galaxy S10 está a fazer maravilhas pela quota de mercado da Samsung na China A nova linha de dispositivos emblemáticos foi lançada a 8 de março e, segundo os relatos, superou as fracas vendas da linha Galaxy S9 do ano passado por grandes margens de lucro na China. Na verdade, o número de unidades Galaxy S10 e S10 + vendidas dentro das primeiras duas horas de pré-encomendas foi alegadamente igual ao dobro das vendas alcançadas pelo Galaxy S9 e S9 + durante o primeiro dia.

De acordo com uma fonte confiável do setor, a quota de mercado da Samsung na China quase quadruplicou desde o início do ano, passando do desolador 1% em janeiro para impressionantes 3,6% durante a décima semana de 2019 - 4 de março a 10 de março. De acordo com a informação, a principal razão deste "regresso" foi a recém-anunciada série Galaxy S10.

Galaxy S10 está a fazer maravilhas pela quota de mercado da Samsung na China

A nova linha de dispositivos emblemáticos foi lançada a 8 de março e, segundo os relatos, superou as fracas vendas da linha Galaxy S9 do ano passado por grandes margens de lucro na China. Na verdade, o número de unidades Galaxy S10 e S10 + vendidas dentro das primeiras duas horas de pré-encomendas foi alegadamente igual ao dobro das vendas alcançadas pelo Galaxy S9 e S9 + durante o primeiro dia. Estão a ver a discrepância?

Série Samsung Galaxy S10

Reino Unido e EUA também estão a adorar o Galaxy S10

Estes resultados impressionantes também estão a ser vistos em outros mercados. Tanto no Reino Unido como nos EUA, a série Galaxy S10 estabeleceu um novo recorde de pré-encomendaS para a Samsung. No entanto, o maior sucesso parece ser o mais caro e poderoso Galaxy S10 +. Embora as previsões variem entre os analistas, o consenso geral parece ser que o trio Galaxy S10 da Samsung alcançará vendas entre 40 e 45 milhões de unidades até o final de 2019. Em relação ao desempenho A curto prazo, as previsões recentes sugerem que o Galaxy S10, O Galaxy S10 + e o Galaxy S10e estão a caminho de uma quantidade combinada de 10 milhões de unidades até ao final deste mês.

Quando se trata do mercado chinês, o tipster Ice Universe afirma que a participação de mercado da Samsung no país deverá crescer ainda mais durante o ano todo. E, claro, esse movimento será alimentado pela popularidade da série Galaxy S10 no país. No entanto, as recentes ofertas de gama média da Samsung também são muito populares. A empresa sul-coreana viu uma forte concorrência de marcas locais, e isso levou a empresa a repensar a sua estratégia no segmento de média gama, prometendo assim entregar algumas características das suas linhas caras em equipamentos mais acessíveis até meados do ano. O gigante da Coreia começou a oferecer linguagens de design diferentes e mais interessantes, enquanto também se concentrava nas capacidades de câmara dos seus smartphones.

Série Galaxy A também tem uma palavra a dizer

Até agora, neste ano, a empresa sul-coreana já lançou o Galaxy A10, A20, A30 e A50. De acordo com uma fuga de informação recente, o próximo da fila é o Galaxy A40. Esses dispositivos combinarão forças como a melhor oferta de valor da empresa para ajudar a atender a uma gama de consumidores no segmento de baixo custo. Quando se trata da China, é muito difícil competir nesse segmento com as empresas locais. Eventualmente, o Galaxy A60 e o Galaxy A70 chegarão trazer mais equidade à disputa. Como os nomes sugerem, esses dispositivos concentrar-se-ão no segmento de médio alcance premium. Por último, na lista, há rumores de um Galaxy A90, um aparelho que poderia apresentar o Snapdragon 855, mas também será mais barato que o modelo S10e.

Aparentemente, a nova estratégia da Samsung está a provar ser um sucesso. Se tudo correr como planeado pela empresa coreana, mais recordes serão batidos, a Huawei em 2019 terá dificuldades em superar a fabricante do Galaxy S10.

 

FonteVia

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais