Novo sensor de impressões digitais ultra-sónico da Qualcomm vem com características melhoradas

Devido a isto, os telefones podem atingir uma maior relação ecrã/corpo o que é um efeito secundário não desejado. Esta tecnologia não só proporciona um reconhecimento seguro, fiável e rápido e uma experiência de desbloqueio futurista, mas também satisfaz a necessidade dos utilizadores de um ecrã maior, mais complet e mais aprazível.

Para conseguir um smartphone com ecrã completo, os fabricantes têm de utilizar tecnologias inovadoras. O sensor de impressões digitais no ecrã é uma delas. Devido a isto, os telefones podem atingir uma maior relação ecrã/corpo o que é um efeito secundário não desejado.

Novo sensor de impressões digitais ultra-sónico da Qualcomm vem com características melhoradas 1

Esta tecnologia não só proporciona um reconhecimento seguro, fiável e rápido e uma experiência de desbloqueio futurista, mas também satisfaz a necessidade dos utilizadores de um ecrã maior, mais complet e mais aprazível. Graças a estas características, o reconhecimento de impressões digitais sob o ecrã é a solução de desbloqueio mais popular e reconhecida atualmente.

Qualcomm 3D Sonic Max ultrasonic fingerprint sensor

Hoje, a Qualcomm falou mais uma vez sobre o seu novo sensor de impressões digitais ultra-sónico 3D Sonic Max. A nova geração é maior em tamanho e suporta duas impressões digitais e assegura uma operação mais rápida e mais segura.

A tecnologia atual tem problemas em lidar com suor, humidade, óleo, pó, etc. A Qualcomm tem uma solução e o novo sensor de impressões digitais ultra-sónico 3D Sonic Max da supera perfeitamente estes problemas. A empresa atualizou-o em termos de reconhecimento, entrada, segurança e conveniência.

Reconhecimento mais preciso

O sensor de impressão digital ultra-sónico 3D Sonic Max da Qualcomm utiliza a tecnologia ultra-sónica em evolução para ler características 3D tais como sulcos, ranhuras e poros. Com efeito, irá formar imagens de impressões digitais muito precisas. Mesmo quando o dedo está molhado, o sensor de impressão digital ultra-sónico 3D Sonic Max da Qualcomm pode penetrar na superfície de objectos tais como vidro e metal para uma leitura precisa das impressões digitais.

Qualcomm 3D Sonic Max ultrasonic fingerprint sensor

Área maior

Não é segredo que uma das características mais importantes dos sensores de reconhecimento de impressões digitais é a área disponível. Quanto maior for, mais eficiente será a nossa experiência. Por vezes, mesmo se nos desviarmos de 1-2 mm, pode traduzir-se num desbloqueio mais lento ou mesmo uma falha. O sensor de impressão digital 3D Sonic Max ultra-sónico da Qualcomm tem uma área de deteção maior. De acordo com a informação oficial, é 17 vezes maior que o produto original. Isto significa que o sensor pode recolher uma grande quantidade de dados biométricos instantaneamente. E demora apenas 0,2 segundos a desbloquear o telefone.

Vai gostar de saber:  Vejam se o vosso Oneplus recebe OxygenOS 12

Reconhecimento de duas impressões em simultâneo

Graças à grande área de reconhecimento, o sensor de impressões digitais 3D Sonic Max da Qualcomm também suporta a leitura simultânea de duas impressões digitais. Isto pode aumentar a segurança em aplicações de pagamento e outras. Mas há outra forma de usar esta tecnologia que pode ser de extrema utilidade e que também deve ser mencionada. Os pais podem definir que certas aplicações só podem ser desbloqueadas com impressões digitais duplas. Assim, as crianças só podem desbloquear o telefone com a participação dos pais.

Qualcomm 3D Sonic Max ultrasonic fingerprint sensor

Design Ultra-fino

O sensor de impressão digital 3D Sonic Max ultra-sónico da Qualcomm também utiliza um Design ultra-fino de 0,2mm. Assim, não terá impacto significativo na espessura do telefone.

Qual será o próximo equipamento com esta tecnologia?

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!