Android Geek
O maior site de Android em Português

Não é necessário alterar os cartões para chamadas 5G, pelo menos em Pequim

Especula-se que o primeiro lote de smartphones 5G será lançado no segundo semestre deste ano, e algumas cidades podem experimentá-lo primeiro, sendo que Pequim está entre elas.

 

Recentemente, a China Mobile testou com sucesso o primeiro telefone 5G através da sua rede experimental de 5G em Pequim. Ao testar a chamada, ela usou a rede principal e a rede IMS da NSA (actualizada pela rede 4G ao vivo). Assim, a chamada entre smartphones habilitados para 5G pode ser realizada sem alterar o cartão e sem alterar o número. E segundo os relatos, a qualidade do som da chamada de voz via 5G foi muito boa.

Apple 5g

Já na noite de 9 de abril, a China Mobile Beijing Company concluiu a actualização da versão NSA do equipamento de rede principal. Após a actualização, a rede principal e a rede IMS receberam a funcionalidade 5G. Simplificando, agora, ele pode ser usado por smartphones habilitados para 5G ou outros terminais de 5G. O primeiro teste foi realizado a 12 de abril. Por outras palavras, o dia da primeira chamada 5G pode ser definido como sendo o dia 12 de abril.

Em dezembro do ano passado, o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação aprovou oficialmente as bandas de frequência de teste de 5G das três principais operadoras. A China Mobile foi aprovada para as bandas de frequência de teste de 2,6 GHz e 4,9 GHz. Isso significou que os principais operadores estavam a acelerar a construção de redes de 5G.

Especula-se que o primeiro lote de smartphones 5G será lançado no segundo semestre deste ano, e algumas cidades podem experimentá-lo primeiro, sendo que Pequim está entre elas.

Quanto aos primeiros smartphones com 5G, sabemos que a maioria das principais marcas já preparou os seus próprios modelos que chegarão ao mercado muito em breve. Não é difícil adivinhar que eles vêm dos fabricantes chineses. Por isso, é lógico que a China seja um dos primeiros países a mudar para a próxima geração de comunicação comercialmente. Este facto é até aceite pelo Governo dos Estados Unidos, que sabe perfeitamente que perdeu a "guerra" do 5G para a China.

Fonte

 

Gostaram? Podia ter sido melhor?
Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Gostaram? Podia ter sido melhor?
Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link