Android Geek
O maior site de Android em Português

Modem 5G da Huawei é maior e menos eficiente que o da Qualcomm segundo o IHS Markit

Esta é a situação actual segundo a IHS Markit, mas tudo pode mudar já em setembro, consoante o que a empresa chinesa apresentar na IFA 2019

O IHS Markit fez uma extensa investigação sobre a adoção antecipada de 5G com os seis primeiros smartphones com capacidade para 5G e analisou-os ao pormenor. A desmontagem revelou que a Huawei tem um Chipset 5G maior, menos eficiente e mais caro que a concorrência.

Modem 5G da Huawei é maior e menos eficiente que o da Qualcomm segundo o IHS Markit 1

Como o chipset Kirin 980 vem equipado com um modem 4G / 3G / 2G próprio, neste momento a solução é icorporar o modem Balong 5000 5G externamente, deixando o modem 4G original sem uso e ocupando muito espaço.

Ter dois Chipsets modernos no SoC não é apenas ineficaz em termos de energia e espaço, também sai mais caro. Sem mencionar que o Balong 5000 por si só é cerca de 50% maior que o modem X50 5G da Qualcomm e requer uma quantidade surpreendentemente maior de memória de suporte - 3 GB.

Mesmo se negligenciarmos estas desvantagens, o Balong 5000 ainda não suporta o milímetro 5G.

 

Kirin 985 / 990 pode ser o próximo passo da Huawei para superar a concorrência

A TSMC afirmou claramente que não deixará de fornecer à Huawei o que for preciso independentemente do posicionamento políticos dos EUA.  A TSMC anunciou oficialmente que começou a produzir em massa a litografia 7nm + EUV e isso fará com que a tecnologia da TSMC esteja muito à frente da Intel e da Samsung. Segundo relatos, o processador principal da Huawei, Kirin 985, assumirá a liderança na adoção dessa tecnologia.

Huawei Kirin 985

De acordo com a TSMC, o rendimento do processo de 7nm + EVU na linha de produção foi elevado para o mesmo nível que o 7nm original. A capacidade de produção do Chipset de processo de 7nm será significativamente melhorada este ano. Estima-se que a capacidade total em 2019 será equivalente a 12 milhões de wafers de 300 mm, dos quais 1 milhão estarão no processo de 7 nm, acima dos 150% do ano passado.

Kirin 985 será o nível a bater em 2020

Vale a pena salientar que o Kirin 980 é um SoC de banda base 4G ao nível de Chipset. Para suportar o 5G, ele precisa da banda de base Balong 5000 5G externa.

Huawei HiSilicon Kirin 985

No entanto, o SoC da próxima geração Huawei Kirin 985 irá integrar diretamente a banda de 5G, que deverá sair no início do próximo ano, e as bandas de frequência suportadas também cobrem ondas milimétricas de alta frequência. É relatado que o principal processador da Huawei, Kirin 985, será o primeiro com o processo TSMC 7nm + EUV, e o Chipset será lançado na série Huawei Mate 30.

Através de

 

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais