Mercado de tablets em crise, iPads lideram e Huawei dispara

O mercado global de tablets continuou a sofrer uma queda na procura, com a Apple a registar um declínio acentuado no último trimestre de 2023. As remessas globais de tablets diminuíram mais de 10% em todo o ano. No entanto, a Huawei destacou-se com um aumento de 95% nas suas remessas de tablets.

Mercado global de tablets continua a enfrentar dificuldades: iPads mantêm-se em topo, entregas de Huawei disparam

Desde o fim da pandemia, o mercado global de tablets tem vindo a sofrer uma baixa procura. Claro que não ajudou que a Apple, pela primeira vez desde o lançamento do primeiro iPad em 2010, ‘tivesse ficado um ano inteiro sem apresentar um novo modelo de iPad. Durante a pandemia, a procura por tablets aumentou à medida que os funcionários passaram a usar estes dispositivos para ajudá-los no seu trabalho diário e os estudantes usavam-nos para ver às suas aulas virtuais. À noite, os tablets eram usados tanto por alunos como por trabalhadores para visualizar entretenimento em streaming e jogar.
De acordo com dados publicados pela Canalys, as vendas globais de tablets diminuíram mais de 10% no quarto trimestre de 2023 (uma queda de 10,7%) e durante todo o ano de 2023 (uma queda de 10,3%). Durante o trimestre de Outubro a Dezembro de 2023, foram entregues 37,8 milhões de tablets. Em comparação, foram entregues 42,3 milhões de tablets no quarto trimestre de 2022.
Mercado de tablets em crise, iPads lideram e Huawei dispara 1

Apple viu a sua quota no mercado global de tablets no quarto trimestre cair em 6,9 pontos percentuais para 39,2%

No ultimo trimestre de 2023, a Apple liderou o caminho com entregas de 14,8 milhões de unidades do iPad, o que representou uma queda de 24% em relação aos 19,5 milhões de unidades entregues pela empresa no mesmo trimestre de 2022. Este desempenho levou a um forte declínio na quota de mercado global da Apple, passando de 46,1% no quarto trimestre de 2022 para 39,2% no último trimestre do ano passado.

iPad teve um difícil quarto trimestre no ano passado

A Samsung seguiu-se num distante segundo lugar após ter entregue 6,8 milhões de tablets nos últimos três meses de 2023, valor que foi uma redução de 10,5% face aos 7,6 milhões de tablets entregues pela empresa no quarto trimestre de 2022. Apesar de uma notória diminuição nas entregas ano após ano, a cota de mercado da Samsung no mercado global de tablets manteve-se inalterada nos 18%, mostrando o quanto este mercado enfraqueceu durante este trimestre.

Huawei foi a grande vencedora ao ver as suas entregas de tablets aumentarem 95% numa base anual no quarto trimestre para 2,8 milhões. Durante o mesmo trimestre do ano anterior, a empresa entregou 1,4 milhões de tablets. A sua participação no mercado global de tablets mais do que duplicou de 3,4% no quarto trimestre de 2022 para 7,5% no quarto trimestre de 2023.

Apple manteve 40% do mercado global de tablets em 2023

A Amazon ainda fez parte do top cinco, apesar da queda de 43,9% nas entregas de tablets durante o trimestre. A empresa entregou 2 milhões de unidades nos últimos três meses do ano passado, em comparação com os 3,6 milhões de unidades enviadas de Outubro a Dezembro de 2022. A participação de mercado da Amazon caiu de 8,4% para 5,3% numa base anual.
Durante todo o ano de 2023, a Apple manteve-se no topo após enviar 54 milhões de unidades do iPad, uma diminuição de 11% face aos 60,8 milhões de unidades entregues em 2022. A quota de mercado da Apple manteve-se estável nos 40% em comparação com os 40,4% que tinha em 2022.

Para todas as notícias sobre tecnologia, não se esqueça de seguir o AndroidGeek. Esperamos que tenha achado este artigo informativo e útil. Se tiver comentários ou perguntas, sinta-se à vontade para partilhar connosco nos comentários abaixo.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!